MotoGP: Márquez não corre GP da Europa, mas Honda não descarta retorno nas provas finais

Lewis Duncan
·3 minuto de leitura

A volta de Marc Márquez segue sendo uma das principais dúvidas da reta final de temporada da MotoGP. E a Honda confirmou nesta terça (03), que o hexacampeão não correrá no GP da Europa, primeira das duas provas em Valência. Mas não descarta seu retorno nas duas últimas provas do ano.

Márquez está ausente da categoria desde que abortou sua participação no GP da Andaluzia, a segunda prova da temporada. Na semana anterior, no GP da Espanha, ele sofreu uma forte queda, fraturando seu braço.

Leia também:

'Ameaçado' por Dovi, Lorenzo admite ser piloto de testes da Aprilia MotoGP: Dovizioso negocia com Yamaha para assumir vaga de Lorenzo como piloto de testes MotoGP garante provas em Valência e Portimão, mas pede cuidados com protocolos após furos na bolha

Desde então, ele passou por duas cirurgias, incluindo a troca da placa de titânio que fixava osso, que havia quebrado. No mês passado, a imprensa espanhola divulgou informações de que ele teria que passar por uma terceira cirurgia, algo descartado pela Honda.

Mas as conversas sobre Márquez não voltarem à ação em 2020 cresceram quando seu substituto na Honda, o piloto de testes Stefan Bradl, declarar à TV austríaca que ele seguiria na moto até o final da temporada.

"Eu vou terminar a temporada", disse Bradl à ServusTV durante o GP de Teruel. "Eu notei isso ontem. Não sei se posso dizer isso oficialmente. Mas é um fato. Marc precisa se concentrar para garantir que tudo estará bem. Não sei se vale o risco".

"Ele precisa ficar bem novamente. Neste meio tempo, ainda há muito trabalho pela frente para mim. Após as provas de Valência eu vou a Jerez para um teste e sigo para a última prova em Portimão".

Posteriormente, Bradl voltou atrás nos comentários, insistindo que era apenas sua opinião sobre Márquez.

Mas a Honda confirmou que Bradl seguira com a RC213V do hexacampeão neste final de semana, para a primeira das duas corridas em Valência, mas não descartou a possibilidade de Márquez fazer uma aparição nas duas últimas corridas. Porém, devido ao risco desnecessário que ele estaria correndo, isso parece improvável.

Bradl disse: "Estou muito feliz que a equipe Honda continua acreditando em mim. Voltarei a pilotar a RC213V novamente. Fizemos testes em Valência no passado e em Aragón demos um passo adiante com a moto. Acho que podemos ter um bom final de semana aqui, batalhando com os pilotos por posições como em Aragón e Le Mans".

"Nesse momento do ano em Valência, a temperatura pode ser crítica, especialmente na manhã, então precisamos prestar atenção nisso".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

RETA FINAL: Hamilton e Wolff em caminhos diferentes em 2021?

PODCAST: É bom negócio ser companheiro de Max Verstappen na Red Bull?

Your browser does not support the audio element.