MotoGP: Márquez está fora do GP da Andaluzia e não deve ser substituído pela Honda; Crutchlow e Rins seguem como dúvida

Oriol Puigdemont
motorsport.com

Durante o GP da Espanha, etapa de abertura da temporada 2020 da MotoGP, o hexacampeão Marc Márquez sofreu um grave acidente que terminou com uma fratura no braço direito. O espanhol, que passará por uma cirurgia na terça-feira (21), não estará presente na segunda prova de Jerez, o GP da Andaluzia, e não será substituído.

A queda de Márquez aconteceu na Curva 3 da pista de Jerez, durante a volta 22. O espanhol havia sofrido uma pequena queda no início da prova, quando lutava pela liderança, e vinha fazendo uma corrida brilhante de recuperação, tendo subido da 18ª posição até o 3º lugar.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também:

Com vitória na Espanha, Quartararo se torna 25º vencedor da era MotoGP; relembre todosMotoGP: Márquez erra e Quartararo bate Viñales e Dovi na EspanhaVÍDEO: Márquez quebra o braço e fará cirurgia após queda em Jerez

O piloto da Honda viajou para Barcelona nesta segunda e passará por uma operação na terça, perdendo a prova deste final de semana em Jerez.

Márquez tem a esperança de poder voltar a tempo do GP da República Tcheca, marcado para 09 de agosto em Brno. Porém, o seu médico, Xavier Mir, admite que sua recuperação pode levar de três a quatro semanas, caso seu nervo radial esteja danificado.

Falando à Radio Catalunha, Mir disse: "Marc não estará em Jerez neste final de semana, e o objetivo é que ele possa correr novamente em Brno. É um ferimento de certa gravidade. Se o nervo não estiver afetado, podemos estabilizar a fratura e reduzir o prazo de recuperação".

Motorsport.com apurou que a Honda não terá um substituto para Márquez na equipe de fábrica neste final de semana, deixando o irmão do campeão, o novato Álex, como o único representante.

Essa será também a primeira vez que Marc Márquez não participará de uma prova na categoria rainha por estar machucado. Ainda é incerto se a LCR Honda terá um substituto para Cal Crutchlow, que também passará por uma cirurgia na terça, mas este no punho, após uma queda no Warm Up do domingo.

O britânico, que já venceu três provas na MotoGP, será examinado antes do final de semana para determinar se ele poderá correr ou não. O mesmo vale para Álex Rins, da Suzuki, que passará por um exame na terça em Jerez após fraturar e deslocar seu ombro esquerdo em uma queda no treino classificatório.

PÓDIO: Os bastidores do GP da Hungria com Lucas di Grassi e Rico Penteado

PODCAST: Guerra de bastidores na F1 e entrevista exclusiva com Igor Fraga

Your browser does not support the audio element.

Leia também