MotoGP: Joan Mir diz não saber explicar classificação de Valência

Lewis Duncan
·3 minuto de leitura

Joan Mir pode garantir seu primeiro título da MotoGP na corrida de Valência, marcada para este domingo (15). No entanto, o espanhol da da Suzuki encontrou dificuldades na classificação e a tarefa para ser campeão ficou um pouco mais difícil, em um dos anos mais equilibrados da MotoGP.

O piloto conseguiu uma boa volta no TL3 e assegurou a passagem direta para o Q2 ao ficar entre os 10 primeiros nos tempos combinados, enquanto seus rivais mais próximos, Fabio Quartararo e Alex Rins, tiveram que começar do Q1. Apesar disso, os três terminaram próximos no resultado final da qualificação. Quartararo larga em 11º, Mir em 12º e Rins em 14º.

Leia também:

MotoGP: Morbidelli faz a pole para o GP de Valência; Mir é 12º

Quando perguntado sobre as dificuldades no treino classificatório, Mir respondeu: “Não sei, é estranho. Eu sentia que a moto estava muito boa, mas depois, na qualificação, algo mudou. Eu não tinha a mesma aderência e notamos que a roda traseira estava girando muito mais. Sabíamos que as condições eram diferentes, mas os outros conseguiram fazer bons tempos. Então, isso significa que a pista estava em boas condições, mas não para nós. É estranho, não sei.”

No GP de Teruel, Mir também largou da 12ª colocação, mas se recuperou e chegou em terceiro. Ele só precisa terminar entre os 10 primeiros no domingo para ser coroado campeão, caso o pole position Franco Morbidelli - que está 45 pontos atrás no campeonato - ganhe a corrida. No entanto, o piloto da Suzuki admite que não vai pensar em título antecipado até sentir como estará a moto para a etapa.

Quando perguntado pelo Motorsport.com se ele poderia ficar tranquilo com o resultado da qualificação, já que seus rivais pelo título mais próximos estão próximos, ele respondeu: “Deste ponto de vista, sim, mas eu não penso muito nisso. Acho o Franco muito forte, também no que diz respeito ao ritmo de corrida. Ele já mostrou um potencial muito bom em TL3 e TL4.

“E na qualificação ele estava pronto para fazer uma boa volta. Então, provavelmente, eu sou um dos poucos pilotos que podem lutar com Franco se nada acontecer. Mas eu começo muito atrás, então isso com certeza é um problema para eu lutar pela vitória.

“Vou dar 100%. Na corrida verei onde estamos e nesse momento vou começar a pensar no campeonato. Os meus sentimentos vão decidir se prefiro me manter entre os 10 primeiros ou se quero subir ao pódio. ”

Mir admite que sente pressão adicional neste fim de semana com o campeonato se aproximando, mas isso “não é uma coisa ruim”.

“Claro, é difícil, porque é um fim de semana diferente e você pode sentir isso”, disse ele. “Há muita pressão da mídia. Tento manter a calma, mas é verdade que todos nós que lutamos pelo campeonato sentimos mais. ”

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Q4: Assista ao debate sobre a 'impossível' classificação chuvosa para o GP da Turquia de Fórmula 1

PODCAST: O calendário 'pós-pandemia' de 2021 da F1 é o mais correto?

Your browser does not support the audio element.