MotoGP: Dovizioso deve abandonar projeto de piloto de testes e tirar ano sabático em 2021

Oriol Puigdemont
·3 minuto de leitura

Após anunciar em agosto sua saída da Ducati no final da temporada 2020, Andrea Dovizioso iniciou uma busca por uma nova vaga na MotoGP, mas agora tudo parece certo para o italiano tirar um ano sabático em vez de assinar como piloto de testes, segundo apurado pelo Motorsport.com.

O futuro de Dovizioso foi colocado como incerto durante o GP da Áustria quando confirmou que não renovaria com a Ducati, colocando um fim a uma parceria de oito anos que rendeu 14 vitórias e três vice-campeonatos.

Leia também:

Viñales: "Nosso problema não é o Mundial, mas que estamos muito longe" Rossi sobre abandono em Valência: "Quando a moto parou, comecei a rir" Mir comemora primeira vitória na MotoGP: "Foi difícil, mas valeu a pena”

Na ocasião, Dovizioso admitiu que não tinha um Plano B para o futuro, enquanto seu empresário, Simone Battistella, admitiu que o sabático era uma opção. Mas, recentemente, o Motorsport.com havia revelado que ele estava em discussões para assumir a vaga de Jorge Lorenzo como piloto de testes da Yamaha para 2021.

Dovizioso também falou com a Honda e a KTM sobre a função, e disse que não havia interesse em assinar com a Aprilia. Porém, o Motorsport.com apurou que Dovizioso abandonou os planos para se tornar piloto de testes, preferindo tirar um ano sabático.

Agora, Dovizioso deve focar em sua paixão pelas corridas de motocross, mantendo-se em forma para um potencial retorno à MotoGP em 2022.

Diversos contratos estarão em jogo no final de 2021, com grandes mudanças sendo esperadas para o grid em 2022, quando os contratos entre montadoras, equipes independentes e a Dorna Sports estarão abertos à renovação.

Porém, Dovizioso terá 36 anos no momento que a temporada de 2022 começar, tornando o sabático algo arriscado.

Mas o piloto da Ducati provou nas últimas três temporadas que é o rival mais próximo de Marc Márquez, com o vice-campeonato em todos os campeonatos, além de sua experiência com motos da Honda, Yamaha e Ducati, algo que pode ser valioso.

Dovizioso deve tornar pública sua decisão nos próximos dias. Por enquanto, ele segue matematicamente com chances na disputa pelo título de 2020, mas o oitavo lugar no GP da Europa o colocou em uma situação difícil, ficando a 45 pontos de Joan Mir, com apenas 50 em jogo.

Ainda não está claro se a decisão de Dovizioso irá impactar a negociação de Lorenzo com a Yamaha para seguir como piloto de testes em 2021. Recentemente, o tricampeão da MotoGP admitiu que assumir a mesma vaga na Aprilia é uma opção.

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Incomodado, Hamilton fala tudo o que pensa sobre Bottas

PODCAST: Hamilton blefa ou fala a verdade ao ameaçar deixar a F1?

Your browser does not support the audio element.