Mosquito vê duelo com o Ceará como 'jogo da vida' para o Corinthians: 'Não podemos deixar escapar'

LANCE!
·3 minuto de leitura


O Corinthians vem de duas derrotas consecutivas no Brasileirão-2020 e, com a vitórias de alguns adversários diretos, viu mais concorrentes se aproximarem da briga por uma vaga na Copa Libertadores. Por isso, o duelo com o Ceará, nesta quarta-feira, é considerado de suma importância para o time. Com a mesma pontuação e na mesma zona tabela, as equipes encaram uma decisão.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão clicando aqui

GALERIA
> Relembre quantos jogadores da base o Corinthians utilizou nesta temporada

Por essas e outras, em entrevista coletiva na tarde desta terça-feira, Gustavo Mosquito afirmou que a partida será tratada como "jogo da vida", pois é uma oportunidade que o grupo não pode deixar escapar se quiser se manter na luta pela classificação para o torneio continental, principal objetivo para 2021.

- Jogo da vida, são confrontos diretos que a gente não pode deixar escapar esses pontos se a gente almeja a Libertadores, é muito importante para a gente, para o Corinthians, para a grandeza do Corinthians, com certeza é o jogo da vida, em que a gente vai buscar e não pode deixar escapar esses pontos.

Com o título do Palmeiras na Libertadores, e com a final da Copa do Brasil entre o Verdão e o Grêmio, a tendência é que o G6 se torne G8, o que aumenta as possibilidades do Timão para chegar na Libertadores. Apesar de admitir essa facilidade maior, Mosquito afirmou que o grupo continua pensando em atingir o G6, mas para isso precisa buscar vencer o jogos que terá pela frente.

- (G8) Facilita um pouco, claro que a gente quer buscar o G6, quanto mais longe a gente chegar, melhor, mas se tem a possibilidade do G8, a gente não vai pensar "aqui está bom", porque a gente sempre quer mais. Com certeza facilita um pouco a nossa ida para a Libertadores, mas para isso a gente precisa trabalhar e vencer os jogos, que é o mais importante.

Recentemente, Vagner Mancini havia colocado como meta a conquista de 15 pontos para conquistar uma vaga na Libertadores. Acontece que com as últimas derrotas o objetivo dessa pontuação ficou mais distante. Agora, são apenas 18 pontos possíveis. Sendo assim, o foco do grupo agora é se classificar para o torneio continental, independentemente de uma meta de pontuação. E para fazer isso, o pensamento é jogo a jogo, vitória após vitória.

- A meta agora principal é a Libertadores, independente se a gente conseguir esse número de pontos ou não, mas acho que a gente tem que pensar jogo a jogo, temos dois jogos importantíssimos dentro de casa, que são confrontos diretos, Ceará e Athletico-PR, então é primeiramente pensar no Ceará, vencer, passo a passo, jogo a jogo, para a gente alcançar os objetivos.

Corinthians e Ceará se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, na Neo Química Arena, pela 34ª rodada do Brasileirão-2020. Atualmente, o Timão ocupa a décima posição na tabela, com 45 pontos, sete atrás do primeiro no G6.