Morrre Jacques Rogge, ex-presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI)

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Jacques Rogge foi presidente do Comitê Olímpico Internacional de 2001 a 2013 (AFP/Fabrice COFFRINI)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O belga Jacques Rogge, que foi presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI) por 12 anos, morreu aos 79 anos, anunciou neste domingo a entidade.

“Com grande tristeza, o Comitê Olímpico Internacional anuncia a morte do ex-presidente do COI Jacques Rogge. Ele tinha 79 anos”, divulgou o comitê.

Rogge foi o oitavo presidente do COI, sucedendo o espanhol Juan Antonio Samaranch e passando o cargo para o atual dirigente do organismo, o alemão Thomas Bach.

Depois de ser jogador da seleção belga de rúgbi, Jacques Rogge participou de três edições dos Jogos Olímpicos como atleta da vela, em 1968, 1972 e 1976, modalidade da qual foi campeão mundial.

Antes de se tornar presidente do COI, esteve à frente do Comitê Olímpico Belga e do órgão que reúne os cinquenta Comitês Olímpicos Europeus.

“Jacques era acima de tudo um apaixonado pelo esporte, adorava estar em contato com os atletas. Uma paixão que transmitiu a todos que o conheceram”, destacou Thomas Bach no comunicado.

“Ele foi um presidente dedicado, que contribuiu para modernizar e transformar o COI. Ele ficará na memória por ter incentivado a prática esportiva entre os jovens e por ter criado os Jogos Olímpicos da Juventude. Ele também foi um fervoroso defensor do esporte limpo e da luta implacável contra o doping ", lembrou o atual presidente do COI.

“Todo o movimento olímpico lamenta a perda de um grande amigo e apaixonado pelo esporte”, concluiu.

dj-jr/dr/iga/lca

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos