Morre Yoo Sang-chul, herói da seleção sul-coreana semifinalista na Copa de 2002

·1 minuto de leitura
Yoo Sang-chul marcou na vitória sobre a Polônia na estreia da Coreia do Sul na Copa do Mundo de 2002

O ex-jogador sul-coreano Yoo Sang-chul, que levou seu país às semifinais da Copa do Mundo de 2002, morreu de câncer no pâncreas aos 49 anos, anunciou a Federação Sul-Coreana de Futebol (KFA) nesta segunda-feira.

O ex-meio-campista foi um dos jogadores de maior destaque na campanha épica dessa equipe, comandada pelo holandês Guus Hiddink, que chegou às semifinais de uma edição organizada conjuntamente por Coreia do Sul e Japão.

Yoo marcou contra a Polônia dando à sua equipe a primeira vitória na fase de grupos, antes de eliminar Itália e Espanha no mata-mata.

"Sempre nos lembraremos do grito e da glória daquele dia com você. Descanse em paz", anunciou a KFA.

Yoo passou os 16 anos de sua carreira na Ásia, na J-League japonesa e na K-League coreana.

Depois se tornou treinador. Sua última experiência foi no comando do Incheon United em 2019, que teve que deixar depois de ser diagnosticado com câncer de pâncreas na quarta fase.

sh/lve/pm/psr/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos