Morre o ex-presidente do COI Jacques Rogge, que anunciou a vitória do Rio para os Jogos Olímpicos de 2016

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·1 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

Morreu na manhã deste domingo o médico belga Jacques Rogge, aos 79 anos, ex-presidente do Comitê Olímpico Internacional que ficou conhecido no Brasil ao anunciar, em 2009, a vitória do Rio de Janeiro para os Jogos Olímpicos de 2016. Ele é o antecessor do atual chefe da confederação, Thomas Bach.

Jacques foi atleta da vela e representou a Bélgica nos Jogos de 1968, 1972 e 1976. Ele também presidiu os Comitês Olímpicos da Bélgica e da Europa. Formado em medicina, Jacques era cirurgião ortopédico e especializado em medicina esportiva. 

O motivo da morte não foi confirmado pelos familiares. Rogge deixa a esposa, dois filhos e dois netos. O COI decretou luto oficial de cinco dias e hasteou todas as bandeiras da entidade a meio mastro em sinal de respeito.

- Ele foi um presidente talentoso, ajudando a modernizar e transformar a entidade. Ele será lembrado principalmente por ser o campeão do esporte juvenil e pela inauguração dos Jogos Olímpicos da Juventude. Ele também foi um defensor ferrenho do esporte limpo e lutou incansavelmente contra os males do doping - declarou o atual presidente Bach.

- Desde que fomos eleitos membros do COI juntos, compartilhamos um maravilhoso vínculo de amizade, e isso continuou até seus últimos dias, quando todo o Movimento Olímpico e eu ainda podíamos nos beneficiar de sua contribuição, em particular no Conselho da Fundação Olímpica para a Cultura e patrimônio - completou.

>> Ouça o 'Segunda Bola', o podcast do Yahoo com Alexandre Praetzel e Jorge Nicola


Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos