Morre o ex-atacante inglês Jimmy Greaves, campeão do mundo em 1966

·2 minuto de leitura
O ex-atacante da Inglaterra Jimmy Greaves (à esquerda) morreu aos 81 anos (AFP/STRINGER)

O ex-atacante do Tottenham e da seleção da Inglaterra Jimmy Greaves, campeão mundial em 1966, morreu aos 81 anos, anunciaram os 'Spurs' neste domingo.

"Estamos profundamente tristes ao saber do falecimento do grande Jimmy Greaves. Enviamos nossas mais profundas condolências à família e aos amigos de Jimmy", escreveu o clube londrino em sua conta no Twitter.

Vítima de um derrame que o obrigou a se locomover em uma cadeira de rodas e que lhe causou grandes dificuldades de fala, Greaves morreu em casa, informou o Tottenham em seu site.

Greaves mostrou seu faro de artilheiro desde o início de sua carreira no Chelsea, com a qual marcou 132 gols entre 1957 e 1961, ano em que foi contratado pelo Tottenham, no qual balançou as redes 266 vezes em 379 jogos, número que nunca foi superado.

Ele também é o maior artilheiro da história do futebol inglês, com um total de 356 gols marcados.

"Ele era um goleador nato, sempre no lugar certo na hora certa (...) mas também sabia fazer seus próprios gols, como sempre fazia, eliminando defesas", com "seu controle de bola impecável, seu grande equilíbrio e sua lucidez diante do gol, o que o fazia raramente perder uma chance", detalhou o Tottenham.

Jimmy Greaves "não foi apenas o artilheiro do Tottenham, mas um dos melhores finalizadores que este país já conheceu".

Coincidentemente, Tottenham e Chelsea se enfrentaram neste domingo pela 5ª rodada da Premier League (vitória dos 'Blues' por 3-0) e antes do início da partida houve uma homenagem ao ex-jogador, com uma salva de palmas e sua imagem projetada no telão do estádio.

Com a camisa da seleção da Inglaterra, ele marcou 44 gols em 57 partidas, marca superada apenas por Wayne Rooney (53), Bobby Charlton (49) e Gary Lineker (48), mas com mais partidas (120, 106 e 80 partidas, respectivamente).

Titular no início da Copa do Mundo de 1966 na Inglaterra, Greaves perdeu a titularidade devido a uma lesão na tíbia para a qual foram necessários 14 pontos. Seu substituto, Bobby Hurst, se tornou o herói da final contra a Alemanha Ocidental com um hat-trick (4-2 após a prorrogação).

Apenas os 11 jogadores titulares receberam medalhas, mas ele acabou ganhando a sua em 2009, antes de leiloá-la em 2014.

Depois de se aposentar do esporte, Greaves se tornou uma figura popular nas transmissões de futebol na televisão, especialmente entre 1985 e 1993, no comando do programa 'Saint and Greavesie' com o ex-jogador do Liverpool Ian Saint-John no canal ITV.

hap/mdm/mcd/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos