Morre Divino Moraes, pai do pentacampeão Edmílson, vítima da Covid-19

·1 minuto de leitura


Morreu, na manhã deste domingo, Divino Moraes, pai do ex-volante pentacampeão do mundo com a Seleção Brasileira Edmílson, vítima da Covid-19. Seu Divino tinha 71 anos e passou dez dias lutando contra o vírus antes de falecer em Matão, cidade onde morava no estado de São Paulo. Moraes deixa esposa, a Dona Lina, e três filhos.

> Confira a classificação atualizada da Libertadores 2021 e simule os resultados

- Pai, só tenho a agradecer por tudo que você fez por mim, descanse em paz - homenageou Edmílson em suas redes sociais.

- Agradecemos ao Seu Divinão por ter criado Edmílson com humildade e carinho, dando uma boa educação para que pudesse se tornar campeão do mundo, construir uma família e deixar um legado na sociedade como cidadão, como faz através da Fundação Edmílson e do FC Ska Brasil, além de suas passagens íntegras pelos clubes que jogou - afirmou o FC Ska Brasil em homenagem.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos