Morre aos 80 anos o ex-técnico Cilinho, campeão pelo São Paulo

BRUNO RODRIGUES
Folhapress
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 06.11.2007 - Cilinho é apresentado como diretor técnico de futebol amador do Corinthians. (Foto: Fernando Santos/Folhapress)
*ARQUIVO* SÃO PAULO, SP, 06.11.2007 - Cilinho é apresentado como diretor técnico de futebol amador do Corinthians. (Foto: Fernando Santos/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Morreu na tarde desta quinta-feira (28) o ex-técnico de futebol Cilinho, aos 80 anos, em sua residência na cidade de Campinas.

Otacílio Pires Camargo sofreu um AVC (acidente vascular cerebral) em abril de 2018 e desde então fazia acompanhamento médico.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Nascido em Campinas, no interior de São Paulo, Cilinho começou a carreira de técnico na Ferroviária, de Araraquara, com apenas 27 anos, e é até hoje o recordista de jogos como treinador da Ponte Preta com 345 partidas em nove passagens pelo time campineiro.

Foi no São Paulo, porém, que o trabalho do técnico ganhou maior projeção. Contratado pelo clube tricolor em 1984, comandou o time campeão paulista do ano seguinte com os "Menudos do Morumbi", geração consagrada pelo quinteto Silas, Muller, Pita, Careca e Sidney.

Em 1986, já sem o treinador no comando, o São Paulo se sagrou campeão brasileiro sobre o Guarani.

Cilinho voltaria ao Morumbi em 1987, onde conquistaria mais um Campeonato Paulista.

Com passagens por Portuguesa, XV de Jaú, Corinthians, Bragantino e Guarani, seu último trabalho no futebol foi em 2012, quando treinou o Rio Branco de Americana.

Leia também