Morre, aos 49 anos, ex-boxeador Lehlo Ledwaba vítima da Covid-19

·1 minuto de leitura


Na última sexta-feira, o ex-boxeador Lehlo Ledwaba morreu, aos 49 anos, vítima de complicações da Covid-19. Dentro dos ringues, o sul-africano, que competiu de 1990 a 2006, foi dono do título do super galos da Federação Internacional de Boxe de 1999 a 2001.
+ Confira os resultados da Eurocopa

Ledwaba se aposentou após derrota para o ganês Maxwell Awuku, em 24 de novembro de 2006. Em seu currículo constam 43 lutas, 36 vitórias, seis derrotas e um empate.

Manny Pacquiao, boxeador venceu Lehlo Ledwaba e assumiu o cinturão da categoria, em 2001, foi um dos esportistas a lamentarem a morte do 'Mãos de Pedra', como era conhecido o sul-africano.

- É muito triste ouvir o falecimento de Lehlo Ledbawa! Ele foi um verdadeiro campeão dentro e fora do ringue e deixou um legado incrível. RIP campeão! - escreveu no Twitter.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.
Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos