Morre ídolo senegalês Papa Bouba Diop, autor do primeiro gol da Copa do Mundo de 2002

Antonio Mota
·1 minuto de leitura

O ex-meio-campista senegalês Papa Bouba Diop, de 42 anos, autor do primeiro gol da Copa do Mundo de 2002, na vitória por 1 a 0 do Senegal para cima da França, morreu no último domingo (29). O ex-atleta sofria da Doença de Charcot – síndrome degenerativa nervosa que enfraquece músculos e diminui a sensibilidade nas mãos, braços e pernas. A morte do ex-jogador foi divulgada inicialmente pela imprensa de seu país natal.

Ídolo de Senegal, Diop iniciou sua trajetória no futebol na Suíça, onde defendeu Vevey United, Xamax e Grasshoppers. Ele também passou pelo Lens, da França, e pelo AEK, da Grécia. Os seus melhores momentos, porém, foram na Inglaterra, onde atuou por Fulham, Portsmouth, West Ham e Birmingham. Ele se aposentou em 2013.

Em seu Twitter, a FIFA prestou homenagens e lamentou a morte de Papa Bouba Diop. “A FIFA está triste ao saber do falecimento da lenda do Senegal Papa Bouba Diop. Uma vez um herói da Copa do Mundo, sempre um herói da Copa do Mundo”, publicou.

Com informações do Lance!.

Quer saber como se prevenir do coronavírus? #FiqueEmCasa e clique ​aqui.