"Moro não era ministro, era espião", diz Eduardo Bolsonaro

Yahoo Notícias
"Moro não era ministro, era espião", diz Eduardo Bolsonaro
"Moro não era ministro, era espião", diz Eduardo Bolsonaro



O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) chamou Sergio Moro de "espião" infiltrado no governo de Jair Bolsonaro (sem partido). O filho do presidente ironizou a duração do depoimento do ex-ministro à Polícia Federal, no último sábado (2), sobre as acusações contra o chefe do Executivo.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

"Realmente é preciso muito tempo dando depoimentos a delegados amigos para ver se acham algo contra Bolsonaro. Moro não era ministro, era espião", escreveu Eduardo Bolsonaro no Twitter.

Leia também:

O depoimento de Moro durou mais de 8 horas. Segundo informações da GloboNews, ele teria confirmado as acusações contra Bolsonaro e apresentou novas provas entre áudios, troca de mensagens e e-mails.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública pediu demissão do cargo alegando tentativa de interferência na PF com a exoneração de Maurício Valeixo.

A investigação foi aberta a pedido do procurador-geral da República, Augusto Aras, que também quer investigar se o ex-juiz da Lava Jato cometeu crime de denunciação caluniosa. O inquérito corre no STF (Supremo Tribunal Federal). O relator é o ministro Celso de Mello, que deixa a corte no fim do ano.

Leia também