Morata prega o respeito da Espanha à Alemanha na Copa do Mundo e prevê: 'Gavi e Pedri vão fazer história'

Morata é uma das oito opções de ataque da Espanha na Copa do Mundo (Abir Sultan/EFE)


A Espanha chegou ao Qatar como um time sabidamente talentoso, mas como uma favorita, digamos, periférica ao título da Copa do Mundo. Só que a goleada impiedosa sobre a Costa Rica acabou por gerar um ajuste de expectativas. Principalmente porque o time que vai encarar a Alemanha neste domingo é formado por uma mescla de promessas de craques com veteranos já vitoriosos.

- Luis Enrique é quem coloca os jovens, quem confia neles. Quando ele tirou o Gavi do time, lá atrás, falaram um monte. Agora, Gavi e Pedri vão fazer história. E eu clonaria Jordi Alba e Busquets para que jogassem 200 anos na seleção - afirmou o atacante Morata, que fez um dos gols da vitória na primeira rodada.

-> Confira a tabela da Copa do Mundo

Quis o sorteio que um clássico europeu ocorresse na segunda rodada. Morata prevê outro nível de partida em relação ao da última quarta-feira.

- Alemanha é Alemanha. Tem uma história e um elenco que devemos respeitar. Temos que encarar como uma final, precisa ser mais uma rodada para nós - completou, em entrevista ao programa de Rádio El Larguero.