Moraes nega pedido para rever veto de posse de Ramagem na Polícia Federal

Yahoo Notícias
Solenidade de posse do diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem
Solenidade de posse do diretor-geral da Agência Brasileira de Inteligência (Abin), Alexandre Ramagem

O ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou nesta sexta (8) o pedido da Advocacia-Geral da União (AGU) de revisão do bloqueio da nomeação de Alexandre Ramagem como diretor-geral da Polícia Federal e arquivou o processo que tratava do assunto.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

A AGU havia pedido uma reconsideração da decisão de Moraes, publicada no dia 29 de abril, que bloqueava a nomeação de Ramagem para o cargo. De acordo com o ministro, existiam “indícios de desvio de finalidade”, já que o delegado era amigo da família Bolsonaro.

Leia também

Na decisão desta sexta, Moraes afirma que o ato questionado na ação da AGU não existia mais, visto que o presidente Jair Bolsonaro tornou a nomeação de Ramagem sem efeito através de uma publicação no Diário Oficial da União após a decisão inicial no ministro do STF.

Com a suspensão da posse de Ramagem, Bolsonaro nomeou o delegado Rolando Alexandre para o cargo na PF, mas o governo ainda não desistiu de fazer com que Ramagem assuma o posto de diretor-geral da instituição.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.


Leia também