Montenegro fala sobre situação de Cícero: 'É um salário que o Botafogo não pode pagar'


Após as saídas de Joel Carli e Diego Souza, Cícero pode ser outro atleta a deixar o Botafogo. Com salários altos e idade elevada, o meia se encaixa no mesmo perfil dos antigos companheiros.

Em entrevista ao 'Canal do TF', o ex-presidente Carlos Augusto Montenegro comentou sobre a situação do jogador de 35 anos no clube.

- Cícero é um bom jogador, foi muito útil, é vitorioso. O problema foi fazer contrato longo demais e ser caríssimo. Se não tivesse esse salário dele de Grêmio campeão da Libertadores, de São Paulo… É um salário que o Botafogo não pode pagar. O problema dele é puramente de salário. Senão estaria incorporado até o fim do ano – afirmou Montenegro.



Até o momento, nenhum clube se mostrou publicamente interessado em contratar Cícero. O meia realizou os testes de COVID-19 e se reapresentou aos treinamentos com o restante do elenco.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também