Mons Ultra Trail reúne 500 atletas em sua primeira edição

·5 minuto de leitura


Quinhentos corredores, entre eles alguns dos principais nomes do trail running nacional, participaram da primeira edição da corrida de montanha Mons Ultra Trail, nos dias 24 e 25 de setembro, em Nova Trento (SC). Eles disputaram provas nas distâncias de 104km, 85km, 55km, 25km e 12km. O evento distribui mais de R$ 20 mil em premiação.

Com largadas e chegadas no Ginásio de Esportes Inácio Gulini, os corredores da Mons Ultra Trail encararam algumas das trilhas mais técnicas da região, como a do Monte Barão de Charlach (1.148m de altitude), Monte Lima (1.090m), Monte Bela Vista (850m) e Morro da Cruz, com 525m acima do nível do mar. A prova passou também por pontos turísticos, como os 113 degraus da escadaria do Santuário Santa Paulina, complexo dedicado à primeira santa brasileira.

Após 13h01m18s de prova, Célio Augusto Rosa completou os 104km de percurso. Natural de São Bento do Sapucaí, interior de São Paulo, Célio trabalha como lavrador na roça e tem no currículo vitórias como o bicampeonato do El Cruce, uma prova de 103km na Patagônia Argentina.

“Foi uma das corridas mais duras que já fiz na minha vida, com vários tipos de terreno e cheia de subidas e descidas. No meio da prova começou a doer tudo, pensei em desistir, mas me hidratei, me alimentei e, graças a Deus, deu tudo certo”, afirma o corredor, que no meio do ano fraturou a costela. “Agradeço a todos que torceram por mim, essa vitória foi muito importante para me dar confiança novamente”.

A segunda colocação ficou com o paranaense de São José dos Pinhais Cleverson Del Secchi (14h39m09) e a terceira com o catarinense de Bombinhas Daniel Meyer (14h42min55).

Entre as mulheres, Letícia Saltori precisou de 15h55m27 para se tornar campeã. “Até o Km 50 eu estava indo super bem, mas depois comecei a sentir muita dor no posterior da coxa direita e não conseguia nem levantar a perna. Pensei em desistir, mas comecei a caminhar, fui me recuperando e nem acredito que cheguei”, conta a corredora de Campina Grande do Sul, que fez sua estreia em provas com mais de 100km. “Apesar da dificuldade, foi um privilégio contemplar a natureza e ver o nascer do sol no meio do percurso”.

Letícia, que já integrou a seleção brasileira de corrida de orientação e de cross country, além de ter vencido uma prova de 23 km no Deserto do Atacama. A segunda colocação ficou Diana Bellon, de Aracê (ES), com 18h13m26s, e a terceira com Patrícia Honda, de Atibaia (SP), com 18h28m55s.

O campeão e a campeã dos 104km da Mons Ultra Trail ergueram uma taça transitória que ficará exposta na sede da organização com os nomes dos campeões gravados na base. Os cinco primeiros colocados de todas as distâncias ganharam um troféu, além das premiações em dinheiro. Todos os corredores que cruzaram a linha de chegada ganharam uma medalha de participação.

“A prova foi um sucesso pelo que conversamos com os atletas. Sabemos que precisamos fazer algumas melhoras para a próxima edição, mas o saldo é bem positivo” avalia Danilo Pinheiro, idealizador do evento. “Desde 2019, quando apresentamos o projeto para a Prefeitura de Nova Trento, eles abraçaram o evento e somos muito gratos por isso”.

A cidade recebeu mais de duas mil pessoas entre corredores e acompanhantes de quinta-feira (23/09) até domingo (26/09), o que movimentou bastante a economia local. A taxa de ocupação dos hotéis e pousadas ficou em 100% e até cidades vizinhas, como Brusque e São João Batista, hospedaram alguns corredores.

Resultados da Mons Ultra Trail

104km masculino: 1. Celio Augusto Da Rosa, com 13h01m18s; 2. Cleverson Luis Del Secchi, com 14h39m09s; 3. Daniel Meyer Bombinhas, com 14h52m55s; 4. Kenetti Diego Schabileski, com 14h53m29s; e 5. Roger Darrigrand, com 15h01m39s.

104km feminino: 1. Leticia Da Silva Saltori, com 15h55m27s; 2. Diana Bellon, com 18h13m26s; 3. Patricia Honda Gerage, com 18h28m55s; 4. Ivonete Loes Wild, com 22h41m55s; e 5. Karina Ferreira Almeida, com 24h25m42s.

85km masculino: 1. Andre Siegle, com 11h57m43s; 2. Everton Costa Sasse, com 12h06m40s; 3. Jeferson Dias Sapiranga, com 12h26m59s; 4. Cesar Henrique Goldner Picinin, com 12h30m41s; e 5. Kleiton De Morais Lucatelli, com 12h55m48s.

85km feminino: 1. Camila Feijó, com 14h59m10s; 2. Denise Soares de Camargo Ventura, com 17h26m49s; 3. Marines Ramos de Camargo, com 17h31mi06; 4. Catia Geremia, com 18h35m47s; e 5. Maurilia Maria Miguel, com 18h47m07s.

55km masculino: 1. Rogerio Silvestrin, com 6h05m34s; 2. Vicente Vieira Machado, com 6h29m59s; 3. Claudio Clasen Schlindwein, com 7h31m34s; 4. Guilherme Magnun, com 7h36m45s; e 5. Charles Costa; com 7h48m08s.

55km feminino: 1. Ana Paula Oliveira Silveira Peixoto, com 7h02m59s; 2. Ivania Rambo, com 7h18m34s; 3. Francieli Renata Kiekow Feliz. com 7h41m19s; 4. Susany Perardt, com 8h12m29; e 5. Jasieli Tagliari Dalla Rosa, com 8h17m13s.

25km masculino: 1. Alexandre Santiago Mogi, com 2h08m59s; 2. Manuel Lago 2h11m05; 3. Marcos Antonio Boos; com 2h11m24s; 4. Alessandro Tambosi, com 2h11m58s; e 5. Gilberto Antonio Bandeira, com 2h14m53s.

25km feminino: 1. Silvia Durigon, com 2h21m19s; 2. Sylvia Kreuger, com 2h38m50s; 3 Denise de Farias, com 2h42m25s; 4. Tais Damasio, com 2h47m04s; e 5. Cristina Dumke, com 2h57m05s.

12km masculino: 1. Augusto Mondardo Castill, com 1h09m58s; 2. Cezar Alonso de Oliveira, com 1h13m35s; 3. Max Junior, com 1h14m51s; 4. Marco Aurelio Piazza, com 1h17m03s; e 5. Murilo Schramm Da Silva, com 1h19m11s.

12km feminino: 1. Karina Generoso Ribeiro, com 1h25m; 2. Luciana de Paula Cunha, com 1h26m43s; 3. Caroline Sangalli da Costa, com 1h32m; 4. Catherine Cruz, com 1h46m01s; e 5. Loiri Bianchini Gaspar, com 1h49m59s.
(Iúri Totti)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos