Monitorado por Barça e Real, Vinicius deu seus primeiros passos em escolinha do Fla; confira a história

Talento e habilidade, Vinicius Júnior é considerado a maior joia recente da história do Flamengo e uma das grandes promessas do futebol brasileiro. Com apenas 16 anos, o jogador carrega uma multa rescisória que gira em torno de 30 milhões de euros e uma coleção de olheiros que acompanham seus jogos.

Ele apareceu de fato para a torcida Rubro-Negra na Copa São Paulo de Futebol Júnior deste ano e confirmou o sucesso no Sul-Americano sub-17 onde vem sendo o principal destaque da Seleção Brasileira na competição.

Mas quem acompanha de perto a base, sabe que o sucesso de Vinicius não é novidade. Desde os 13 anos, quando foi convocado pela primeira vez pelo técnico Cláudio Caçapa para a seleção sub-15, faz parte do esquadrão canarinho.

A relação de Vinicius com o Flamengo começou cedo, nascido e criado em São Gonçalo, na região metropolitana do Rio de Janeiro e bem longe dos arredores da Gávea ou do Ninho do Urubu, o menino chegou na escolinha Rubro-Negra de sua cidade com apenas cinco anos.

VEJA TAMBÉM:
Gringos que estão no Brasil | Brasileiros na Sul-Americana | Notícias do Espanhol

Vinicius Júnior - Flamengo


(Vinicius Júnior em pé à direita. Jogador chegou as Escolinhas Fla com cinco anos de idade Foto: Arquivo pessoal)

"O pai do Vinicius nos procurou quando ele tinha cinco anos de idade e desde novo ele sempre apresentou um desempenho acima dos meninos da idade. Ele sempre foi um menino calmo e tranquilo, nunca deu problema mas sempre acima da média", revelou Cacau, professor da Escolinha Fla São Gonçalo, local onde o meia deu seus primeiros passos no futebol.

Cacau lembra que Vinicius sempre foi muito focado e queria treinar em todas as categorias, até mesmo com os mais velhos e revela que o meia-atacante sempre visita a escolinha para contar suas experiências e incentivar os mais novos.

Vinicius Júnior Flamengo


(Foto: Arquivo pessoal)

"Uma coisa curiosa no Vinicius é que se a gente deixasse ele treinaria em todas as categorias. Ele nunca se cansava. Agora, ele sempre visita a gente e traz aqui as medalhas que ele conquista, compartilha com os alunos as experiências, ele passa para os mais novos como foi. A gente admira muito o fato dele sempre voltar aqui".

Depois de cinco anos se desenvolvendo na escolinha, Vinicius foi encaminhado para as categorias de base do clube Rubro-Negro como conta José Martins, presidente das Escolinhas Fla do Brasil. 

Vinicius e Obina


(Foto: Arquivo pessoal)

"O Vinicius é um atleta que chegou na Escolinha Fla de São Gonçalo com cinco anos, nessa idade você não tinha noção, ele era um aluno mas ele sempre foi se desenvolvendo. Mantemos ele com uma bolsa para que ele não saísse da escola. Ele começou a disputar os campeonatos nossos e em uma desses torneios na Gávea ele se destacou muito e a gente encaminhou ele para a base do clube para que pudessem desenvolver melhor o atleta porque essa é a função da base e estão fazendo um ótimo trabalho" 

Um fato bastante curioso é que o irmão de Vinicius, José Neto também treina na escolinha, diferente do irmão ele é goleiro mas de vez em quando quebra um galho no ataque.

"O irmão dele joga aqui com a gente, o José Neto, ele é goleiro, uma posição totalmente diferente da do Vinicius, é nosso goleiro e ele disputa torneios aqui com a gente também, Ele é um bom goleiro", afirmou Cacau.

Trajetória na Gávea e Seleção de base

Na Gávea, Vinicius não demorou para se destacar, depois de passar nos testes iniciais para que pudesse ser federado de vez pelo Rubro-Negro, o jogador começou a evoluir de forma bem rápida. Trazendo habilidades do salão, onde jogou no clube Canto do Rio, em Niterói, ele começou a impressionar seus treinadores.

Vinicius Junior


(Foto: Flamengo / Divulgação)

No infantil se tornou o protagonista, mesmo com um ano abaixo dos demais jogadores. Assumiu o papel de maior "estrela" da famosa geração 2000, que ficou três anos sem perder nenhum jogo sequer. Fechou com chave de ouro sua participação entre os infantis em 2015 faturando o título da Copa Votorantim, campeonato mais importante da categoria.

No juvenil a história se repetiu, Vinicius continou sendo o "dono da bola", no último Campeonato Carioca marcou dez gols e foi o grande assistente da competição formando parte de um ataque que marcou mais de 52 gols. 

Vinicius Junior Flamengo Campeão


(Foto: Flamengo / Divulgação)

Mas a fama veio mesmo com a Copa São Paulo de Futebol Júnior, com três anos a menos que a maioria dos participantes, o meia-atacante foi o grande destaque da boa campanha do Flamengo e um dos maiores destaques desta edição do torneio. Dentro de campo mostrou suas credencias com dribles desconsertantes, inversões de jogadas e passes milimétricos. 

Atuações que deixaram Cacau, seu primeiro professor, bastante orgulhoso e contente com o que o menino vem construído.

"A gente vê com muito orgulho a ascensão dele, não só pelo Flamengo mas pela Seleção, ele já está na Sub-17 e a gente espera que ele possa dar muitas alegrias ao Flamengo e a Seleção".

Diretor das Escolinhas Fla, Zé também acompanha de perto a ascensão de seu pupilo, mas pede paciência e lembra que Vinicius ainda está passando por um processo de formação.

Vinicius Júnior Flamengo


(Foto: Staff Images)

"Eu fico feliz de ver que o que a gente pensou lá atrás, que o que a gente imaginou que pudesse acontecer está acontecendo mas eu acho que ainda é muito cedo. Tem que ter calma, Vinicius tem 16 anos e está em processo de formação. O Flamengo está fazendo um trabalho bem feito com eles. Ele disputou a Copa com a maioria dos participantes com 19 anos, ele tem três a menos, isso torna ainda mais impressionante".

Depois da boa participação da Copa São Paulo, Vinicius foi chamado para realizar alguns treinos com o time profissional do Flamengo e sua integração ao elenco profissional é estudada com cautela.

Vinicius Junior Brasil


(Foto: Lucas Figueiredo / CBF / Divulgação)

Na Seleção, convocado desde os 13 anos de idade, Vinicius carrega no currículo o título do Campeonato Sul-Americano sub-15 disputado em 2015, ele balançou as redes em seis oportunidades e foi um dos grandes destaques do torneio chamando a atenção de vários clubes do futebol europeu como Liverpool-ING, Chelsea-ING, Arsenal-ING, Juventus-ITA, Inter de Milão-ITA e Manchester City-ING.

Este ano, convocado para o Sul-Americano sub-17, Vinicius vem sendo o principal jogador da Seleção, é o artilheiro da equipe, além de golaços, o atacante protagoniza jogadas de efeitos como dribles desconsertantes nos adversários. 

Barça e Real Madrid de olho 

Recentemente o jornal Sport, o Confidencial e o Diário AS publicaram algumas matérias falando sobre Vinicius Júnior. A publicação do último chega a dizer que ele é o "novo Neymar" do futebol brasileiro. 

A publicação também afirma que o time catalão briga com clubes como Arsenal, Chelsea, United e Manchester City pelo jogador. No final da partida contra o Corinthians, pela Copa São Paulo, Vinicius afirmou que já sabe do interessante do Barcelona em seu futebol.

"Eu já sabia dessa história de Barcelona, tenho acompanhado, mas não muda nada na minha cabeça, não. Estou só pensando aqui no Flamengo, em jogar meu futebol e fazer bem o meu trabalho".

Vinicius Jr Flamengo Copa São Paulo 2017


(Foto: Staff Images / Flamengo / Divulgação)

Procurado pela nossa reportagem, André Cury, representante do Barcelona no Brasil, confirmou que o meia-atacante é monitorado mas lembra que idade não permite uma negociação.

"Todo bom jogador na América do Sul é acompanhado e ele como bom jogador que é, é monitorado sim, a gente acompanha os jogos. Ele contém muito potencial, não só ele mas outros como Carlinhos, Lucas. Ele é muito novo, não pode se transferir e nem contato com clube nem representantes fizemos".

Além do interesse do Barcelona, esta semana, o jornal Marca, de Madrid, estampou em suas manchetes o interesse do time merengue na joia Rubro-Negra. Na publicação, os Blancos prometem não perder mais uma jovem promessa para o rival, como foi no caso de Neymar.

Vinicius não é o primeiro jogador brasileiro que entra no campo de visão dos clubes de fora com pouca idade. Philippe Coutinho que chegou a ser negociado antes mesmo de completar 18 anos, e o próprio Neymar encantou olhares europeus desde cedo são alguns exemplos. Companheiro de Vinicius na seleção, o corintiano Vitinho é outro que desperta olhares desde cedo, ele inclusive já teve uma experiência de intercambio no Manchester City 

Cobiçado, Vinicius será o pioneiro num projeto desenvolvido pela atual diretoria de futebol do Flamengo. A ideia é que o jovem jogador tenha um contato mais próximo com os profissionais e assim se desenvolva de forma mais qualificada. 

A diretoria direcionará uma equipe do futebol profissional para trabalhar de forma destacada com ele e outros garotos que também se destacam nas categorias de base.