Molina relembra passagem pelo Santos e agradece carinho da torcida


Se tem um jogador que deixou saudade na torcida do Santos é o meia colombiano Molina. Ele, que defendeu o Santos entre 2008 e 2009, é sempre lembrado pela sua técnica e também pela sua raça dentro de campo, marca que ficou caracterizada em seu estilo de jogo.

Em entrevista ao jornalista Ademir Quintino, Molina comentou sobre a sua passagem pelo Peixe e também agradeceu o carinho dos santistas.

- Um dia, estava lá na pré-temporada, meu empresário me ligou. Disse que tinha possibilidade de ir para o Santos. Foi a negociação mais fácil que tive na minha carreira. Fiquei muito contente. Eu ainda não entendo todo esse carinho. Fui um cara muito carismático. Sempre tentei me entregar 100%. Cheguei e tentei dar meu máximo. Agora, entendo que não é só ganhar campeonato. É o jeito de se entregar no campo. Fico muito grato pelo carinho - afirmou.

Um dos episódios mais tristes durante sua passagem pelo Santos foi a eliminação nas quartas de final da Libertadores de 2008 para o América-MEX. O Peixe perdeu o primeiro jogo, fora de casa, por 2 a 0. Naquela ocasião, o atacante Kléber Pereira teve um gol mal anulado.

- Acho que esse gol mal anulado acabou tirando a gente da Libertadores. Se a gente tem um resultado melhor lá na México, na Vila a gente podia passar. Acabou prejudicando - finalizou o colombiano.

Ao todo, Molina jogou 78 jogos pelo Peixe, marcando 17 gols. Atualmente, o meia defende o Independiente Medellìn (COL).










Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também