'De molho' no Corinthians, Fausto Vera tem histórico de lesões leves

Fausto em ação contra o Cuiabá (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)


Muito se temeu no Corinthians sobre a saúde do volante Fausto Vera nos últimos dias. O jogador sofreu uma entrada dura no fim do primeiro tempo da derrota corintiana para o Red Bull Bragantino, no último domingo (15), e deixou o estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista, mancando e com uma bota ortopédica no pé esquerdo. No entanto, os exames não detectaram lesão, mas um trauma.

Existia a chance de um problema mais grave, como uma fratura ou ruptura de ligamento, o que não ocorreu, mantendo o ótimo histórico de Fausto em relação a lesões. O jogador nunca se machucou de forma mais séria.

+ Começa nesta quinta! Saiba quem são as joias da Seleção Sub-20 para a disputa do Sul-Americano

+ Confira as movimentações do mercado da bola no vaivém do LANCE!

Assim, ainda que esteja sem lesão, Vera não está à disposição do Corinthians para o jogo contra o Água Santa, nesta quarta-feira (18), pela segunda rodada do Campeonato Paulista. Essa será a primeira vez que o volante fica ausente de um compromisso desde que foi contratado pelo Timão, em julho do ano passado. Ele faz tratamento para retornar o mais rápido possível aos gramados, mas a tendência é que fique fora por até duas semanas. Se o prazo se confirmar, ele vai perder até quatro partidas, sendo elas contra: Água Santa, Inter de Limeira, Guarani e São Paulo - todas pelo Paulsitão.

+ Confira a tabela do Campeonato Paulista e simule os jogos do Corinthians e demais equipes

Um dos motivos do argentino ter caído nas graças da Fiel, mesmo com pouco tempo de clube, é a presença constante nas partidas. Das 28 que a equipe alvinegra jogou desde a chegada do atleta, ele esteve presente em 27, seja iniciando ou entrando no decorrer. A única ausência até aqui havia sido no duelo contra o Juventude, pelo segundo turno do Brasileirão do ano passado, em que esteve suspenso pelo terceiro cartão amarelo recebido no compromisso anterior, contra o Cuiabá.

Até mesmo na Argentina, o histórico de lesões de Fausto Vera é baixo. O jovem, de 22 anos, não tem registros de problemas sérios e pouquíssimas vezes sentiu algum desconforto muscular. Ele tem como característica estar sempre se cuidando fisicamente.