Molecada do São Paulo ‘tira onda’ em coletiva e curte bom momento

A vitória do São Paulo na quarta-feira pela Copa do Brasil deixou o clima mais leve dentro do clube. Prova disso foi a descontraída entrevista coletiva concedida pelo jovem Junior Tavares, promessa das categorias de base que vem ganhando cada vez mais espaço entre os profissionais sob o comando de Rogério Ceni. “Os moleques são da hora, o convívio no dia a dia, eles são de boa”, comentou o jogador de 20 anos entre brincadeiras e piadas de Luiz Araújo e Thiago Mendes, que ‘invadiram’ a sala de imprensa.

Nesse cenário, apesar de toda a intimidação e provocação dos companheiros, Junior Tavares falou sobre sua ascensão no São Paulo com muita alegria, mas negou que esteja surpreso. “Trabalho todo dia pelo meu espaço, a briga é sadia. Vou trabalhar e, quando chegar na hora do jogo, fazer o melhor para o clube. Esperava por tudo o que eu venho fazendo, contou, tão confiante quanto introvertido.

Revelado pelo Grêmio e com passagem pelo Joinville, Junior Tavares chegou ao São Paulo ano passado e em poucos jogos conseguiu chamar a atenção. Nessa temporada, com contrato renovado, o jogador já participou de sete partidas, foi titular em seis e só não entrou na estreia do Campeonato Paulista, contra o Audax.

“Eu vim para cá emprestado para a base. Tenho de agradecer muito ao Jardine e ao Cabrera. Eu estava fazendo meu melhor, trabalhando bastante com o grupo, sério. No ano passado estive aqui com o Ricardo Gomes. O Rogério me colocou no campo”, lembrou, antes de valorizar o fato do clube estar há sete jogos sem perder.

“Futebol é resultado e estamos correspondendo. Estamos ganhando os jogos, temos a invencibilidade. Vamos treinar bastante para corrigir os erros da defesa, mas isso é normal, começo de temporada”, opinou, minimizando o alto número de gols que a equipe vem sofrendo. “Eu prefiro ganhar. A gente vem ganhando, não importa o placar”.

Treino

Rogério Ceni liberou a imprensa para acompanhar o treinamento da equipe na manhã desta sexta-feira, mas não deu qualquer pista de quem deve jogar neste domingo, às 16 horas, pela sétima rodada do Campeonato Paulista. O adversário é o Santo André, no Morumbi.

Os jogadores que participaram da vitória sobre o PSTC, em Londrina, na quarta, fizeram apenas um trabalho de regenerativo e apareceram no gramado para uma leve corrida. Enquanto isso, o técnico são-paulino comandou um treino técnico com bola com o restante do elenco no gol oposto.

Maicon, que sofreu uma pancada no tornozelo na partida pela Copa do Brasil, fez apenas um leve aquecimento com o grupo e deixou o gramado em seguida para um trabalho especial. O capitão da equipe está praticamente descartado para esse fim de semana e só deve voltar contra o Palmeiras.

Apenas na atividade deste sábado, que será fechada aos jornalistas, Rogério Ceni irá definir a escalação e fazer um treino tático com todo o grupo.