Modric admite que Real sente falta de CR7 e que quer se aposentar no clube

Goal.com

Qualquer time do mundo sentiria falta de Cristiano Ronaldo, principalmente depois de quase uma década contando com os serviços do português. E para Luka Modric, após quase dois anos depois da saída de CR7, o Real Madrid continua sentindo falta de seus gols e de sua liderança.

Ao longo de nove anos em Madrid, Cristiano Ronaldo se tornou o maior artilheiro da história do clube, com incríveis 450 gols em 438 jogos. Além dos gols, o camisa 7 acumula uma lista invejável de conquistas pela equipe, com quatro troféus de Liga dos Campeões e três títulos mundiais e quatro Bolas de Ouro.

Mas depois de construir uma história tão bonita em Santiago Bernabéu, o atacante acabou se transferindo para a Juventus, em 2018. Desde então, o Real ainda não conseguiu encontrar um substituto à altura e a equipe sentiu. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Luka Modric, que foi eleito o melhor jogador do mundo em 2018, interrompendo a sequência de Lionel Messi e CR7 na disputa pelo prêmio, admitiu que o Real Madrid ainda sente a ausência do português, dentro e fora de campo.

"Falar sobre o jogador me parece trivial - ele está entre os melhores de todos os tempos. Sentimos falta de seus gols e de sua liderança no Real”, destacou o croata à Gazzetta dello Sport.

"Cristiano sempre quer vencer, ele nos motivou e nos fez reagir. Como pessoa, ele é nota 10 . Tem um coração grande e está sempre pronto para ajudar os necessitados", completou.

Aos 34 anos de idade, Modric é especulado para deixar o Real Madrid como grande alvo da Inter de Milão para a próxima temporada. Seu vínculo com o clube merengue é válido até o final da temporada 2020/21, mas ele não descarta cumprir seu contrato até o final e até se aposentar em Madrid, mesmo sabendo que isso não depende só dele.

"Tenho certeza de que posso jogar em alto nível por mais dois anos, então veremos. Gostaria de terminar minha carreira no Real, mas isso também dependerá do clube", acrescentou.

Enquanto não sabe como será seu futuro no clube, Modric espera ajudar o Real a conquistar mais títulos nesta temporada. Com a vitória diante do Eibar, neste domingo (14), o Madrid segue vivo na briga pelo título de La Liga, dois pontos atrás do Barcelona, líder da competição.

Leia também