Miranda e Éder vão corresponder? Relembre jogadores que voltaram ao Brasil após passagens pela China

Lucas Humberto
·3 minuto de leitura

O futebol chinês vive um de seus momentos mais complicados na história recente. Assim, muitos jogadores podem buscar outros campeonatos ou tentar repatriação. Miranda e Éder, do São Paulo, fazem parte da lista de atletas que estavam na Ásia e retornam aos gramados brasileiros.

Ambos foram destaques do Jiangsu Suning, clube que venceu o campeonato nacional na última temporada. O zagueiro esteve presente em 19 dos 20 jogos, enquanto o atacante atuou em 100% das partidas.

A missão dos jogadores não é fácil. O próprio Tricolor Paulista já se frustrou com brasileiros que retornaram do futebol chinês. Relembre outros jogadores que voltaram da Ásia rumo ao Brasileirão.

1. Hernanes - São Paulo

Hernanes foi um dos responsáveis por 'salvar' o São Paulo em 2017. | Alexandre Schneider/Getty Images
Hernanes foi um dos responsáveis por 'salvar' o São Paulo em 2017. | Alexandre Schneider/Getty Images

Hernanes deixou o São Paulo em 2010 e escolheu a Itália como seu destino, onde ficou durante sete temporadas. Depois, rumou ao Hebei Fortune para atuar no futebol chinês. Ele retornou ao Morumbi em 2017 e foi um dos grandes responsáveis por salvar o clube naquela temporada - vale lembrar que o Tricolor Paulista brigava para não cair.

No ano seguinte, Hernanes foi contratado em definitivo, mas chegou com diversos problemas físicos e não conseguiu repetir as mesmas atuações.

2. Alexandre Pato - São Paulo

Pato jogará sua próxima temporada na MLS. | Miguel Schincariol/Getty Images
Pato jogará sua próxima temporada na MLS. | Miguel Schincariol/Getty Images

Pato teve passagens de destaque no Morumbi entre os anos de 2014 e 2015. Após figurar em grandes clubes do Brasil e do exterior, ele escolheu o Tianjin Tianhai em 2017. Dois anos mais tarde, o São Paulo fez um alto investimento e trouxe o atacante novamente, mas ele não correspondeu dentro das quatro linhas e deixou o clube em 2020. Seu próximo destino será o Orlando City, da MLS.

3. Jô - Corinthians

Jô foi campeão do Brasileirão em 2017. | Pedro Vilela/Getty Images
Jô foi campeão do Brasileirão em 2017. | Pedro Vilela/Getty Images

O centroavante teve duas passagens importantes no futebol asiático. A primeira, em 2016, quanto atuava pelo Jiangsu Suning e chamou atenção do Timão. Retornando ao Parque São Jorge em 2017, Jô escreveu seu nome na história do clube e foi um dos artilheiros daquela edição do Brasileirão.

Ele rumou ao futebol japonês no ano seguinte para defender as cores do Nagoya Grampus. Em 2020, o Corinthians buscou o jogador novamente, mas as atuações irregulares do camisa 77 não estão agradando a Fiel.

4. Marinho - Grêmio

Marinho não conseguiu brilhar no Grêmio. | Lucas Uebel/Getty Images
Marinho não conseguiu brilhar no Grêmio. | Lucas Uebel/Getty Images

Destaque em 2016 pelo Vitória, Marinho foi contratado pelo Changchun Yatai no ano seguinte. O atacante não conseguiu brilhar nos gramados asiáticos e voltou ao Brasil em 2018 para defender o Grêmio. Contudo, as expectativas não foram correspondidas e o jogador oscilou com a camisa Tricolor.

Foi contratado em 2019 pelo Santos e esteve entre os artilheiros do último Brasileirão.

5. Wagner - Vasco

Wagner rescindiu seu contrato em 2018. | Alexandre Loureiro/Getty Images
Wagner rescindiu seu contrato em 2018. | Alexandre Loureiro/Getty Images

Wagner teve boa passagem pelo Fluminense em 2015, mas optou por não seguir no Brasil. O Vasco buscou o meia em 2017, quando ele defendia as cores do Tianjin Teda. Pelo Cruzmaltino, o jogador não correspondeu como esperado e acabou oscilando nas duas temporadas que permaneceu no elenco.

Atualmente, o atleta de 36 anos está no Juventude.