Mir aponta problema eletrônico na Suzuki, mas aposta em forte corrida de recuperação

Lewis Duncan
·3 minuto de leitura

Uma semana após garantir o Mundial de Pilotos da MotoGP, Joan Mir terá que largar da 20ª posição no GP de Portugal. E segundo o campeão, sua performance no sábado foi comprometida por um problema eletrônico na Suzuki, que o deixou na pior posição de largada da carreira na categoria-rainha.

Segundo Mir, o começo do dia foi atrapalhado por um problema eletrônico que levou a Suzuki "à direção errada", descobrindo a origem da falha tarde demais.

Leia também:

Pole, Oliveira sonha com vitória em casa: "Se continuar assim amanhã, seria perfeito" Lorenzo rebate Crutchlow: "Um dos pilotos com menos vitórias e mais quedas nos últimos dez anos" MotoGP: Oliveira faz pole em casa para para o GP de Portugal; Mir é 20º

"Foi um dia muito difícil porque tivemos um problema, na parte de eletrônica da moto e não consegui performar bem. Foi um problema que conseguimos notar, mas quando descobrimos que era a origem de tudo, já era tarde demais e isso nos levou a uma direção errada".

"Perdemos muito tempo com isso. Então o importante é que analisamos o ritmo de corrida na sexta e ficamos felizes com o que vimos".

"Tenho confiança de que amanhã poderei fazer uma prova de recuperação forte".

Mir admite que ganhou um pouco da confiança de volta no TL4, mas que isso se perdeu na classificação, com a preocupação sobre a volta do problema na eletrônica.

"Por causa disso, tivemos que testar algumas configurações, e o pneu não era o melhor, não tive uma boa sensação com ele", disse quando perguntado porque usou o composto médio na traseira durante o TL4.

"Hoje foi um dia perdido porque não consegui encontrar um bom ritmo".

"Quando usei o duro no TL4, consegui recuperar aquela boa sensação, e aí teve o óleo na pista no último setor e não consegui finalizar a volta, mas me sentia bem na moto. Mas na classificação não tive confiança, porque não sabia se esse problema voltaria".

Apesar disso, Mir não acha que terá uma corrida às cegas amanhã por conta de seu ritmo forte na sexta.

"Acho que está claro que todos vão com o duro. Ontem os tempos de volta eram bons. Conseguir ir bem, um bom ritmo de corrida. Claro, a aderência hoje era maior e todos estavam mais rápidos, mas estava competitivo na sexta. Então temos que dar o melhor para ter uma boa corrida".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1, MotoGP e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

Rubinho relata emoção com filhos nas 500 Milhas de Kart e Motorsport.com estreia bem com o 11° lugar

Podcast #076 – Hamilton x Schumacher: a comparação entre os campeões da F1

Your browser does not support the audio element.

.