Ministro diz que resultado ruim do Brasil em ranking da educação é "culpa do PT"

Foto: REUTERS/Adriano Machado
Foto: REUTERS/Adriano Machado

Abraham Weintraub, ministro da Educação, afirmou nesta terça-feira (03) que o resultado ruim do Brasil na no ranking mundial de ciências e matemática é “integralmente culpa do PT”.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Divulgados nesta terça-feira, os dados são da edição de 2018 do Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Estudantes) e, portanto, não dizem respeito ao governo de Jair Bolsonaro, que assumiu a Presidência em 2019.

Leia também

Os resultados indicam que o desempenho dos estudantes brasileiro está estagnado desde 2009. O Brasil figura entre as 20 piores colocações no ranking internacional. Ao todo, a lista conta com 79 nações.

"[É] integralmente culpa do PT, integralmente culpa dessa doutrinação esquerdófila e sem ensino", disse o ministro.

Weintraub isentou Michel Temer (MDB), que ficou no poder entre 2016-2018, de culpa. “Ficou pouco tempo, não dá pra culpar o cara. Ele é culpado de ser vice da Dilma [Rousseff]".

O Pisa começou a ser aplicado em 2000, quando o país ainda era presidido por Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Os dados divulgados pela OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico) indicam que, no início dos governos petistas, antes de 2009, houve uma tendência de alta no desempenho do Brasil. Depois disso, tem início uma estagnação —destacada pela própria OCDE em relatório.

"Depois de 2009, em matemática, como em leitura e ciências, o desempenho médio não mudou significativamente", diz a organização.

Em tom bastante agressivo, como de costume, Weintraub acusou a imprensa de “dar a entender” que os resultados do exame teriam ligado com o governo Bolsonaro e pediu aos jornalistas que “parassem de mentir”. Ele ainda admitiu que não estava de bom humor.

Leia também