Ministro da Economia diz que árabes vão comprar clubes brasileiros

·2 min de leitura
Ministro Paulo Guedes falou sobre futebol na visita ao Oriente Médio. Foto: Nelson Almeida/AFP via Getty Images
Ministro Paulo Guedes falou sobre futebol na visita ao Oriente Médio. Foto: Nelson Almeida/AFP via Getty Images

O futebol foi assunto na visita da comitiva presidencial do Brasil a países do Oriente Médio nesta semana. O ministro da Economia, Paulo Guedes, que esteve com o presidente Jair Bolsonaro nos Emirados Árabes Unidos, Catar e Bahrein, deu uma informação que atiçou torcedores de times endividados.

Guedes afirmou que investidores árabes devem fazer muitos negócios no Brasil, incluindo a compra de dois clubes brasileiros.

Leia também:

“Eles vem com investimentos. Vão investir em estradas, em poços de petróleo, até em clubes de futebol. Eles anunciaram: 'calma, nós vamos comprar dois times; estamos examinando e vamos comprar dois times'”, disse Paulo Guedes, sem dar pistas de quais seriam estes clubes.

O ministro citou casos de clubes europeus que foram comprados pelos árabes para exemplificar como poderiam ser os negócios, e brincou com a torcida dos integrantes da comitiva.

“Eles compraram o Manchester United, compraram o Cristiano Ronaldo. Então, vários brasileiros da comitiva começaram a pensar. Eu mesmo pensei: “vem ser sócio do Flamengo”. Aí tinha um outro lá do lado, que é vascaíno, e falou: “vem para o Vasco”. Eu falei “olha, vai perder dinheiro”. Tinha um outro palmeirense, que falou para comprar o Palmeiras.”

Negócio ainda é novo no Brasil

Apesar do otimismo do ministro Paulo Guedes, a compra de clubes brasileiros ainda não é algo tão popular. Talvez por ainda encontrar a resistência dos torcedores mas, principalmente, pelo formato da direção dos clubes, com conselheiros que comandam as ações e famílias passando por gerações no poder.

O caso de maior sucesso aconteceu com o Bragantino que, em 2019, antes do início da Série B, foi comprado pela Red Bull. Em pouco mais de dois anos os resultados já aparecem, com o time do interior paulista figurando entre os melhores do Brasileirão e disputando o título da Copa Sul-Americana.

Na temporada passada, uma especulação da negociação entre o Fortaleza e o bilionário russo Ivan Savvidis movimentou o noticiário esportivo. As partes chegaram a conversar mas, por conta da pandemia, o interesse acabou esfriando.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos