Ministra do Esporte, Ana Moser rebate crítica de streamer sobre polêmica dos e-Sports

Ana Moser, ministra do Esporte, está com polêmica com os esports. Foto: MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images
Ana Moser, ministra do Esporte, está com polêmica com os esports. Foto: MAURO PIMENTEL/AFP via Getty Images

A polêmica declaração de Ana Moser sobre os esportes eletrônicos ganhou mais um capítulo nesta quarta-feira. O ex-jogador de League Of Legends Gustavo Gomes, o 'Baiano', compartilhou uma notícia sobre incentivo da França à atividade, e criticou a ministra do Esporte no Brasil. A ex-jogadora de vôlei, por sua vez, respondeu.

- Enquanto a ministra Ana Moser não tem ideia do que está falando todos os países do mundo vão se adiantando sobre o assunto e-Sports e o Brasil vai ficando por último em mais um tema Global - escreveu o streamer nas redes sociais.

Leia também:

- Se você leu a matéria para além da chamada, você pode ver que são medidas interministeriais. Qual o sentido de usar o Ministério do Esporte como protagonismo nesse tema? Qual a questão de sedentarismo e saúde pública que a França tem para resolver? E no Brasil, qual a prioridade? - replicou Ana Moser.

A matéria compartilhada pelo streamer traz a informação que a França vai criar um visto especial para jogadores de e-sports que queiram entrar no país. A medida serve para facilitar a chegada de jogadores de alto nível no país. No ano passado, Emmanuel Macron, presidente francês falou que pretendia tornar a nação em uma potência mundial na modalidade.

Na última semana, Ana Moser deu entrevista ao 'UOL' e afirmou que os e-sports não são esportes, o que não inclui a atividade na pasta comandada pela ministra. A declaração não foi bem vista por jogadores, streamers e influenciadores, como Casimiro Miguel, que classificou a fala da ex-atleta de vôlei como 'arcaica e grotesca'.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.