Mina falha, Equador perde e Paraguai segue na briga por vaga na Copa

O Paraguai está vivo na briga por uma vaga na Copa do Mundo de 2018, a ser disputada na Rússia. Na noite desta quinta-feira, diante de seu torcedor, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, os paraguaios fizeram o dever de casa e bateram o Equador por 2 a 1 nesta 13ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas.

A vitória chega depois de duas derrotas seguidas e leva o Paraguai aos 18 pontos. Apesar da sétima colocação na tabela de classificação, a zona de repescagem está apenas a dois pontos de ser alcançada. E quem ocupa o posto, no quinto lugar, é justamente o Equador, que estacionou nos 20 pontos depois de mais uma revés.

Tudo ficou mais fácil para os donos da casa nesta quinta depois que o zagueiro palmeirense cometeu uma falha fatal em bate-rebate dentro da área do Equador. Mina foi afastar e acabou jogando contra a própria meta e tirando do goleiro Esteban Dreer. O zagueiro paraguaio Valdez, que não tinha nada com isso, aproveitou a falha e só empurrou a bola para as redes.

Após sair atrás, os visitantes até foram melhores no primeiro tempo, tiveram mais posse de bola e chegaram a criar algumas oportunidades para o empate. Mas, na base da raça e da forte marcação, a seleção de Arce conseguiu levar a vantagem para o intervalo.

Na segunda etapa, além de esfriar a empolgação dos equatorianos, o Paraguai conseguiu, enfim, se impor e foi premiado com o segundo gol. Após muita pressão, com a bola atravessando a área de Esteban Dreer duas vezes, Junior Alonso aproveitou rebote do arqueiro para levar os torcedores ao delírio.

O Equador descontou em cobrança de pênalti pouco depois. Caicedo não desperdiçou, mas, foi só. O Paraguai soube levar a vantagem até o apito final e fez a festa em sua casa. O problema é que na próxima rodada o desafio será contra a Seleção Brasileira, na Arena Corinthians, terça-feira, às 21h45 (horário de Brasília). No mesmo dia, mas às 18 horas, o Equador buscará a reação contra a Colômbia, no estádio Olímpico Atahulpa.

FICHA TÉCNICA

PARAGUAI 2 X 1 EQUADOR

Local: Estádio Defensores del Chaco, em Assunção (Paraguai)

Data: 23 de março de 2017, quinta-feira

Horário: 20 horas (de Brasília)

Árbitro: José Argote (Venezuela)

Assistentes: Carlos López e Luis Murillo (ambos da Venezuela)

Cartões amarelos: PARAGUAI: Riveros.EQUADOR: Noboa, Miller Bolaños, Oyola.

GOLS:

PARAGUAI: Valdez, aos 11 minutos do 1T, e Júnior Alonso, aos 19 minutos do 2T.

EQUADOR: Felipe Caicedo, aos 24 minutos do 2T.

PARAGUAI: Tony Silva; Darío Verón, Bruno Valdez, Paulo Da Silva e Júnior Alonso; Victor Cáceres (Ortiz), Cristian Riveros, Iturbe (Hernán Pérez) e Almirón; Cecílio Domínguez e Lezcano (Santander)

Técnico: Francisco Arce

EQUADOR: Esteban Dreer; Paredes (Montero), Arturo Mina, Luis Caicedo e Walter Ayoví; Jefferson Orejuela (Oyola), Cristhian Noboa (mena), Antonio Valencia e Miller Bolaños; Enner Valencia e Felipe Caicedo

Técnico: Gustavo Quinteros