Milton minimiza falta de criação do Vasco e exalta classificação para final

Hugo Mirandela

O Vasco ficou no empate em 0 a 0 com o Flamengo, neste sábado, no Maracanã, e avançou para a final da Taça Rio. Na partida contra o Rubro-Negro, o Cruz-Maltino pouco criou perigo ao adversário, mas segurou o resultado e conseguiu a vaga. O técnico Milton Mendes minimizou o fato, alegando que as duas equipes tiveram dificuldades de chegar ao gol.

- Não me incomodou (falta de criação), porque entramos com os jogadores que achávamos que estavam em melhor momento e a equipe continua evoluindo. As duas equipes criaram pouco, porque foi um jogo muito tático, muito mais posicionar o meio-campo. Eliminamos o que o Flamengo tem de melhor. Fechamos os lados deles e disputamos o meio do terreno. Jogamos o quanto basta -


O técnico gostou da atuação da equipe no clássico contra o Flamengo. Segundo ele, o time controlou bem o jogo e correu poucos perigos.

- Tentamos algumas vezes o contra-ataque. Transições foram boas também. Estou feliz. Se disser que estou extraordinariamente feliz, não, mas estou feliz. A não ser uma bola para o Arão no final do primeiro tempo e uma do Diego no segundo, não lembro de jogadas de perigo deles a não ser bolas na área. Nossos sistemas defensivo e ofensivo estão de parabéns. Jogamos o futebol total. Depois dos 30 minutos sabíamos que estava controlado o jogo. Não tomamos sustos nenhum - avaliou, valorizando a classificação para final da Taça Rio.

- Classificação para quem chega agora ou já estava em um Campeonato Carioca é sempre muito importante. Estamos satisfeitos. Jogadores estão felizes, torcedores também. Mas como sempre digo, o ruim da vitória é que não é eterna. Domingo já tem outro jogo e é importante. Nosso time vem crescendo e isso dá alento. Nossa equipe está se preparando para ir às finais.





E MAIS: