Milton Mendes define time do Vasco para decisão da Taça Rio

Como acontece tradicionalmente, o Vasco não treinou nesta sexta-feira santa porque o clube não costuma realizar qualquer atividade nesta data. Os jogadores voltam a treinar neste sábado, mas o técnico Milton Mendes vai aproveitar a atividade para fazer os últimos ajustes na equipe que ele já definiu para encarar o Botafogo, neste domingo, no estádio Nilton Santos, na decisão da Taça Rio.

Como o atacante Thalles foi liberado pelo departamento médico e o treinador tem o grupo inteiro à disposição, Mendes vai escalar o que considera a equipe ideal para brigar pelo primeiro título na atual temporada.

A intenção é repetir a equipe que empatou com o Flamengo e garantiu a classificação para a final do segundo turno. A única mudança será a entrada de Luis Fabiano no lugar de Muriqui. O Fabuloso foi beneficiado por um efeito suspensivo e volta a comandar o ataque cruz-maltino.

Para o treinador, a manutenção da equipe é importante, pois sua intenção é dar continuidade e confiança aos jogadores para desempenharem bem as funções. “Iniciamos um processo de organização da defesa, meio e ataque. E eles estão entendendo nossa filosofia”, disse Milton.

O time para enfrentar o Botafogo deve ter a seguinte escalação: Martín Silva; Gilberto, Rafael Marques, Rodrigo e Henrique; Jean, Douglas, Andrezinho, Nenê e Yago Pikachu; Luis Fabiano.

Reforços – O zagueiro Paulão não vai continuar no Internacional e, segundo a imprensa gaúcha, o Vasco poderá ser o seu próximo destino. Depois da transferência de Luan para o Palmeiras, a equipe de São Januário está procurando um jogador para a posição e existe grande possibilidade de um acerto. Paulão tem contrato com o Colorado até dezembro e seria emprestado ao clube carioca.

Quem também pode aparecer em São Januário é o volante Cristian, que não faz parte dos planos do Corinthians e está afastado da equipe. O maior problema é o salário de R$ 420 mil que o clube paulista paga ao jogador. Para acelerar a transferência, a diretoria do Timão admite até pagar parte dos salários do volante.