Milton Mendes admite “falta de inspiração”, mas elogia Vasco

No seu jogo de estreia, o técnico Milton Mendes se mostrou satisfeito com a vitória alcançada pelo Vasco e, principalmente, pela mudança de postura que notou na equipe, em comparação com o último jogo. O time de São Januário fez 1 a 0 no Madureira, pela terceira rodada da Taça Rio.

Na entrevista coletiva, Mendes disse que gostou do espírito demonstrado pelos jogadores, com comprometimento e entrega. “Faltou um pouquinho de inspiração, mas teve muita transpiração, o que me deixou muito feliz, porque é um inicio de trabalho”, analisou.

O comandante elogiou o Madureira, e garantiu que o Vasco enfrentou uma equipe de bom nível, que trabalha bem a bola. Milton também fez questão de elogiar seu antecessor, Cristóvão Borges, demitido após a eliminação na Copa do Brasil.

“Não podemos dizer que estava tudo errado, que o trabalho dele não valia nada”, declarou o estreante da noite, ex-Atlético-PR e Santa Cruz, que não comandava uma equipe desde que deixou os pernambucanos, em agosto de 2016.

Em relação ao clássico diante do Flamengo, o treinador vascaíno disse que é um jogo que vale três pontos como todos os outros. Também garantiu que vai começar a pensar numa estratégia para enfrentar o tradicional adversário, domingo, em Brasília.

O atacante Luis Fabiano, elogiado por Milton Mendes, deixou o campo frustrado por ainda não ter marcado com a camisa do Vasco, mas fez questão de elogiar o início de trabalho do novo treinador do Gigante da Colina.

Em entrevista ao Sportv, o Fabuloso disse que o treinador já deu uma cara nova para a equipe e vai conquistar rapidamente o torcedor. Em relação ao jejum de quatro partidas sem fazer gols, o atacante disse que tem tentado, mas que ainda não sobrou a bola certa para ele colocar para dentro. “Uma hora a bola vai entrar. E quando entrar a primeira, virão outras”, garantiu.