Millene é apresentada no Corinthians após 'pesadelo' na China


O Corinthians repatriou a atacante Millene, destaque da última temporada do próprio Timão nas campanhas dos títulos do Paulistão, da Copa Libertadores e do vice-campeonato do Brasileirão. Emprestado pelo Wuhan Xinjiyuan, da China, por seis meses, a atacante comentou a dificuldade que passou na Ásia justamente no epicentro do coronavírus.

- Foram dias de pesadelo. Tive chance de ir para a China e fui em decisão conjunta com a minha família. Medo, preocupação... Tudo isso junto. No começo, a gente não tinha muita noção do que estava acontecendo – disse a jogadora, que tem contrato de dois anos com o clube chinês - afirmou a atacante, que apenas acertou seu retorno ao Brasil por conta da paralisação do futebol local até que a epidemia do vírus seja controlada.


A jogadora ficou em observação em um hospital da China e depois confinada em seu apartamento na cidade de Wuhan até acertar seu retorno ao Corinthians. A atacante comentou sobre a dificuldade de viver alguns meses por lá e também sobre a felicidade de estar de volta ao seu país-natal e no clube onde se sente bem.

- O sentimento é de alívio. Não foi fácil, mas estou muito grata. Estar em campo treinando é o que eu mais quero. Grata por estar com saúde. Não aconteceu nada de ruim comigo. Isso tudo só vai me deixar mais forte. Confesso que na época fiquei bem preocupada. O último dia de quarentena, quando falaram que estávamos livres, foi um alívio enorme. Sentir o cheirinho da rua, do lado de fora - afirmou a jogadora do Timão.



De volta ao Timão, onde foi artilheira do Campeonato Brasileiro da última temporada com 19 gols, Millene vestirá a camisa 14 e ajudará o técnico Arthur Elias ao longo deste ano. Vale lembrar que o Corinthians perdeu uma invencibilidade de 48 jogos no último fim de semana ao ser derrotado para o São Paulo, por 2 a 0, em Cotia.


Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também