Militão se diz "muito triste" com lesão de Benzema

O zagueiro brasileiro Éder Militão se disse neste domingo "muito triste" com a lesão do atacante Karim Benzema, seu companheiro de Real Madrid, que foi cortado da seleção francesa e está fora da Copa do Mundo.

"Fico muito triste porque ele é um ótimo jogador, atual melhor jogador do mundo. Não mandei mensagem, mas vou mandar, sim, porque o admiro, tenho um carinho enorme por ele", disse Militão aos jornalistas depois do primeiro treino da Seleção em Doha.

O brasileiro desejou uma "boa recuperação" a Benzema, sexto jogador a desfalcar a seleção francesa por problemas físicos.

"É claro que a França perde um grande jogador", disse Militão, que se declarou aliviado porque o Brasil não sofreu "nenhuma baixa".

A Seleção Brasileira treinou durante a tarde deste domingo no estádio Grand Hamad, na capital catari, onde desembarcou na noite de ontem, depois de passar cinco dias se preparando em Turim (Itália).

A equipe, uma das favoritas ao título, fez uma atividade leve, com treinos de defesa e ataque, sem dar pistas sobre os 11 que vão começar o jogo de estreia contra a Sérvia.

"Eu vejo o Brasil como uma grande equipe, mas claro que a Copa do Mundo é uma competição muito grande, uma das mais importantes do mundo. Eu acho que o Brasil chega com uma grande equipe, mas cada um com sua opinião”, comentou Militão, que também pode jogar como lateral-direito.

Sobre a estreia, o zagueiro destacou o poderio ofensivo dos sérvios, que têm no ataque a dupla formada por Aleksandar Mitrovic e Dusan Vlahovic.

"São grandes jogadores, têm força, têm muita qualidade. É claro que a gente estuda bastante os adversários e que a gente se prepara para tudo, temos que entrar bastante atentos com esses jogadores. Na Copa do Mundo, quem erra menos acaba sendo vitorioso", acrescentou.

A Seleção está no Grupo G da Copa ao lado de Sérvia, Suíça e Camarões.

raa/psr/cb