Milan perde para o Liverpool (3-2) em sua volta à Champions após sete anos

·2 minuto de leitura
Jordan Henderson (à esquerda) comemora o gol da vitória do Liverpool sobre o Milan (AFP/Paul ELLIS)

O Milan voltou à Liga dos Campeões sete anos depois, nesta quarta-feira, mas com uma derrota por 3 a 2 fora de casa contra o Liverpool, na primeira rodada do poderoso grupo B do principal torneio europeu de clubes.

Os 'Reds', que no campeonato inglês fazem parte do trio de equipes que empatadas no topo após quatro jogos, largam bem numa chave que é completada pelos também tradicionais Atlético de Madrid e Porto, que empataram em 0 a 0 em seu duelo na capital espanhola.

No primeiro tempo, o Liverpool começou com mais pegada e sua insistência inicial foi recompensada já aos 9 minutos, quando uma bola de Trent Alexander-Arnold em busca de Diogo Jota foi interceptada pelo zagueiro canadense do Milan, Fikayo Tomori, que acabou marcando contra.

O Liverpool poderia ter aumentado aos 14 minutos, mas Mike Maignan salvou os 'rossoneri', primeiro salvando um pênalti cobrado por Mohamed Salah e depois, no rebote, defendendo uma tentativa de Diogo Jota.

O goleiro francês teve outra intervenção providencial aos 29, mandando para escanteio um chute de Salah.

Pouco antes do intervalo, o Milan acordou e virou o jogo.

Primeiro empatou aos 42, com um passe de Rafael Leão para Ante Rebic marcar. O mesmo Rebic logo em seguida deu um passe perfeito para o gol do espanhol Brahim Díaz.

O gol de empate de Rebic foi o primeiro do Milan no principal torneio europeu desde que Kaká marcou contra o Atlético, em 2014, no já demolido estádio Vicente Calderón.

No segundo tempo, o Milan sofreu um gol de Simon Kjaer aos 47 que acabou sendo anulado, por impedimento, e depois Salah (49) empatou para o Liverpool, definindo com perfeição após tabelar com Divock Origi.

O gol da vitória do time da casa foi marcado aos 69 por Jordan Henderson, com uma bomba de primeira após uma bola afastada pela defesa do Milan em um escanteio.

O placar não mudou mais e o Milan, que não pôde contar nesta partida com o atacante sueco Zlatan Ibrahimovic, devido a um problema físico, não conseguiu fazer um grande retorno ao torneio, em uma partida que também foi uma reedição da mítica final vencida pelo Liverpool contra o time da Lombardia na Liga dos Campeões em 2005.

bur-hap/dr/pm/aam

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos