Murray pode voltar às quadras em novos torneios no Reino Unido

EFE

Londres, 13 mar (EFE).- Após mais de oito meses parado, o escocês Andy Murray pode voltar a competir em dois novos torneios de categoria Challenger criados pela Federação de Tênis Inglesa (LTA) em Glasgow, na Escócia, e Loughborough, na Inglaterra.

Murray não compete oficialmente desde que foi eliminado pelo americano Sam Querrey nas quartas de final de Wimbledon no ano passado.

Desde então, o tenista sofreu uma lesão no quadril e precisou ser submetido a uma cirurgia em janeiro, o que adiou o retorno às quadras. Após a cirurgia, Murray disse que gostaria de voltar para a temporada de grama, que começa em junho, ou "um pouco antes".

Antes dos torneios de erva vem a temporada de saibro, mas uma volta antecipada às competições pode não ser a melhor opção para o tenista.

A LTA criou dois torneios de categoria Challenger - passo prévio aos ATP -, disputados em quadra rápida e indoor, nas cidades de Glasgow e Loughborough.

O torneio de Glasgow coincidiria com a semana anterior ao Masters 1.000 de Madrid, já o de Loughborough com o Masters 1.000 de Roma.

Estas competições podem ser a plataforma perfeita para que Murray volte a competir no cimento, que exige menos da parte física que o saibro.

Murray não compete na categoria Challenger desde 2005, quando foi eliminado em Mons, na Bélgica, nas quartas de final pelo belga Xavier Malisse. EFE


Leia também