Milan anuncia saída do diretor Ivan Gazidis

O diretor do Milan Ivan Gazidis, no cargo desde 2018, deixará suas funções no início de dezembro, anunciou nesta quarta-feira o clube, propriedade desde o final de agosto do fundo americano RedBird.

O contrato de Gazidis, 58 anos, "terminará no dia 5 de dezembro", anunciou o 'rossonero' em um comunicado, no qual destaca o papel do diretor em um "período de crescimento e de modernização dentro e fora do campo".

O dirigente sul-africano foi responsável pela MLS dos Estados Unidos durante 14 anos até sua saída em 2008 para o Arsenal, onde trabalhou durante dez anos.

Em 2018, Gazidis chegou ao Milan quando o Elliott Management, um fundo de investimentos, comprou o histórico clube italiano, que até 2017 pertencia ao ex-ministro da Itália Silvio Berlusconi.

Depois de ter recuperado esportiva e financeiramente o clube, a saída do dirigente era dada como certa desde a compra pelo RedBird por 1,2 bilhão de euros.

"Vou deixar o Milan depois de quatro anos maravilhosos e difíceis. Devo muito à entidade, a seus torcedores e a esta cidade, que, tenho certeza, literalmente salvaram minha vida", comentou Gazidis, que em 2021 superou um câncer na garganta.

alu/bm/mcd/cb