Milan anuncia que não há casos de COVID-19 em sua equipe principal

AFP
Partida com portões fechados na Itália entre Juventus e Inter de Milão, em Turim, 8 de março de 2020
Partida com portões fechados na Itália entre Juventus e Inter de Milão, em Turim, 8 de março de 2020

O Milan revelou neste sábado que nenhum de seus jogadores da equipe principal ou comissão técnica testou positivo para COVID-19, um dia depois que o presidente do clube disse que alguns jogadores estavam se recuperando da doença.

Em um comunicado, o clube tricampeão europeu anunciou que "com base nos resultados dos exames médicos realizados até agora, não houve casos de COVID-19 entre jogadores da primeira equipe e a comissão técnica".

O clube acrescentou que os jogadores continuarão com os treinamentos individuais que começaram nesta semana com o objetivo de retomar a temporada 2019-2020.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Na sexta-feira, o presidente do clube, Paolo Scaroni, revelou à imprensa local que alguns de seus jogadores estavam "em processo de recuperação" após terem sido infectados pelo novo coronavírus que matou mais de 30.000 pessoas na Itália.

Suas declarações vieram no dia seguinte a Fiorentina, Sampdoria e Torino revelarem casos positivos em oito de seus jogadores, além de outros infectados entre os técnicos.

Na quinta-feira, o ministro dos Esportes, Vincenzo Spadafora, afirmou que esperava que o treinos coletivos pudessem começar em 18 de maio, embora neste sábado ele tenha esclarecido que depois de saber dos casos positivos "não é um bom sinal" diante da retomada do campeonato.

Por outro lado, o Napoli anunciou que seus jogadores voltarão a treinar, individualmente, a partir deste domingo, nas instalações do clube, depois que nenhum jogador de futebol da equipe testou positivo para o novo coronavírus.

Leia também