Mike Tyson não será acusado por agredir passageiro em avião nos Estados Unidos

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Mike Tyson agrediu um homem em um avião no mês passado (Foto: @miketyson)
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.


Mike Tyson não será acusado criminalmente por ter agredido um passageiro em um avião no fim do mês de abril. A informação foi confirmada pela Agence France-Presse (AFP). Em comunicado enviado à agência pelo promotor do caso, Steve Wagstaffe, está explicado que a decisão foi tomada com base nas circunstâncias do ocorrido, "incluindo a conduta da vítima que levou ao incidente, a interação entre o senhor Tyson e a vítima".

> Veja as movimentações da imprensa esportiva em 2022

RELEMBRE O CASO

Segundo informações do site TMZ à época, Mike Tyson estava num voo de São Francisco rumo à Flórida, quando um passageiro pediu para tirar uma foto com ele. O ex-lutador atendeu ao pedido e de outros fãs no avião.

Contudo, posteriormente, Tyson passou a ser incomodado e provocado por dois homens durante a viagem - sendo que um deles estava logo depois de seu assento.

O ex-lutador, então, teria pedido para este relaxar, mas não foi ouvido. Tyson perdeu a paciência, ajoelhou-se no banco em que estava e desferiu uma série de socos na direção do homem, que ficou com ferimentos no rosto.

Ainda de acordo com o site, tem extensa ficha criminal (clique aqui e saiba mais).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos