Mick Schumacher, filho de Michael, correrá pela Haas na F1 em 2021

Por Abhishek Takle
·1 minuto de leitura
FILE PHOTO: Eifel Grand Prix

Por Abhishek Takle

MANAMA (Reuters) - O nome Schumacher voltará à Fórmula 1 na próxima temporada com Mick, filho do heptacampeão mundial Michael, anunciado nesta quarta-feira como piloto da equipe norte-americana Haas.

O alemão de 21 anos, que assinou contrato de vários anos, lidera o campeonato de Fórmula 2 antes do final da temporada, no próximo fim de semana, no circuito de Sakhir, no Bahrein.

"A perspectiva de estar no grid de Fórmula 1 no próximo ano me deixa incrivelmente feliz e estou simplesmente sem palavras", disse Schumacher.

"Sempre acreditei que realizaria meu sonho da Fórmula 1."

Schumacher, integrante da academia de jovens pilotos da Ferrari, formará uma nova dupla na Haas com o russo Nikita Mazepin, cuja contratação foi anunciada na terça-feira.

Eles vão substituir o francês Romain Grosjean, atualmente se recuperando de um acidente grave no Grande Prêmio do Bahrein no último domingo, e Kevin Magnussen, da Dinamarca.

Schumacher estará no carro já na próxima semana. A Haas o escalou para o treino de sexta-feira no Grande Prêmio de Abu Dhabi, que encerra a temporada. Ele também participará de um teste para jovens pilotos em Yas Marina em 15 de dezembro.