Michel 'Trator' aceita punição de dois anos após cair no exame antidoping

AgFight

Michel ‘Trator’ aceitou a suspensão de dois anos da USADA (agência antidoping americana) após ser flagrado em um teste fora de competição. O brasileiro caiu no exame feito no dia 9 de março de 2019 e, como a punição é retroativa, vai poder pisar novamente no octógono no mesmo mês em 2021. O comunicado foi feito pela entidade nesta terça-feira (11).

O peso-médio (84 kg) do UFC, que estava sem luta desde que atuou em fevereiro de 2019, no UFC Praga, quando foi superado por Ismail Naurdiev, apresentou resultado positivo para boldenona exógena e seu metabólito 5β-androst-1-en-17β-ol-3-ona em duas amostras de urina. Essas substâncias são proibidas pela política antidoping do Ultimate.

No Ultimate desde 2013, Michel ‘Trator’ tem bons números na organização, com dez vitórias e três derrotas. Até ser superado por Naurdiev, o brasileiro vinha numa sequência de oito combates invicto. Na carreira, o peso-médio tem 26 triunfos e somente os reveses sofridos no UFC.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Leia também