Com meta estabelecida, Palmeiras mira 100% em casa para classificar

Técnico e jogadores do Palmeiras ficaram satisfeitos com o empate na estreia complicada na Copa Libertadores, contra o Atlético Tucumán, na Argentina, quando o Verdão teve que jogar com um a menos desde a metade do primeiro tempo. Além da dificuldade na partida, os alviverdes celebraram o resultado pela sequência que terão em casa na competição e a meta de pontos estabelecida para conquistar a classificação para as oitavas de final do torneio.

“Tudo é na teoria, né. O Atlético Tucumán já não faz 100% em casa, a gente têm chance de fazer, então já um adversário que vai ficar atrás da gente na tabela se acontecer essa situação. Acreditamos que, em casa, eles vão fazer pelo menos uma vitória, então a equipe que perder pra eles já não vai pontuar fora de casa. Aí seriam duas equipes que nós já teríamos vantagem, mas tudo isso se nós fizermos o nosso dever de casa e conquistar os nove pontos”, afirmou o goleiro Fernando Prass.

“Temos uma pontuação mínima para classificar que passamos para os atletas. É necessário fazer os nove pontos que você vai disputar em casa. Está nos nossos planos. Se você faz a sua lição de casa e busca pontos fora, fatalmente está classificado. É isso que queremos “, disse o técnico Eduardo Baptista.

“Ficou de bom tamanho. Não era o esperado, acho que mesmo jogando desde os 21 minutos com um a menos as chances reais foram do Palmeiras, tanto no primeiro quanto no segundo tempo, mas jogar 70 minutos com um a menos dentro de um caldeirão como esse aqui, você pode considerar um bom resultado. Agora é buscar o resultado em casa”, completou.

Pensando em cumprir com a meta de Eduardo Baptista, o Palmeiras terá a chance de abrir uma boa vantagem no Grupo 5 da Copa Libertadores. Nos próximos dois jogos, o Verdão encara Jorge Wilsterman e Peñarol, ambos no estádio Palestra Itália.

Leia mais:

Eduardo Baptista vê árbitro rigoroso e elogia atuação do Palmeiras

Dudu lamenta chances perdidas por Borja, mas diz: “Vai ajudar muito”

Felipe Melo dedica “empate com gosto de vitória” a Vitor Hugo

“A gente sabe que Libertadores você faz a classificação em casa, temos que buscar os nove pontos. Na Argentina, fomos para buscar o resultado e eu até acho que com 11 teríamos melhores condições, criamos chances, mas ter levado um ponto foi de fundamental importância”, concluiu