Messi se diz aliviado com vitória após sofrimento no fim contra Austrália

Messi comemora com companheiros da seleção da Argentina gol marcada contra a Austrália pelas oitavas de final da Copa do Mundo do Catar

Por Andrew Cawthorne

AL RAYYAN, Catar (Reuters) - Os jogadores argentinos saíram de campo neste sábado elogiados e aliviados por terem conseguido chegar às quartas de final da Copa do Mundo do Catar depois que Lionel Messi os colocou a caminho de uma vitória por 2 x 1, mas a Austrália voltou aos minutos finais para um final emocionante.

"O jogo estava sob controle até que eles conseguiram um gol (em uma bola) desviada", disse Messi, cuja equipe teve que lutar para manter a Austrália à distância no final do jogo, depois que os australianos diminuíram.

"Foi um jogo duro, um dia duro. Tivemos muito pouco tempo para descansar. Estávamos cansados. Foi um jogo muito físico. Estamos felizes com esta vitória e mais um passo em frente. Acabamos, isso é o mais importante", acrescentou Messi.

O jogador de 35 anos marcou em sua milésima partida na carreira para alcançar nove gols na Copa do Mundo e superar a marca de seu grande predecessor e compatriota Diego Maradona.

Ele prestou homenagem às legiões de torcedores da Argentina no Catar, que tem feito a Albiceleste sentir-se como se estivesse jogando em casa.

"Estes são momentos incríveis. Queremos agradecer a todas as pessoas que estão aqui. Toda a Argentina adoraria estar aqui", disse Messi depois de liderar as comemorações em campo.

"Esta unidade que temos desfrutado por um tempo é muito bonita. É incrível como os torcedores estão vivendo cada jogo e transmitindo tanta paixão e energia. Eu lhes agradeço porque é incrível."

"Tínhamos jogado muito recentemente, não tivemos muito tempo para descansar. Estávamos preocupados. Eles são muito fortes. Por sorte, encontramos o gol e estávamos um gol à frente e depois estávamos dois gols à frente. E então tivemos um contratempo. Essa é a Copa do Mundo. As partidas são sempre difíceis", afirmou.

"Demos mais um passo e agora outro difícil está chegando", acrescentou Messi, cuja equipe enfrenta a Holanda nas quartas de final.