Messi recebe maior nota de jornal argentino após vitória contra a Austrália

Ex-jogador sugere que Messi se aposente caso Argentina conquiste o Mundial (Foto: Alfredo ESTRELLA / AFP)


Destaque da Argentina na vitória sobre a Austrália, Lionel Messi recebeu uma nota nove pela grande partida realizada no último sábado pelo jornal "Olé". Em seu milésimo jogo, o camisa 10 foi elogiado por conta do gol que abriu o placar da partida, mas também pelas diversas oportunidades criadas no duelo.

- Honrou a sua milésima partida. Está em um momento que empolga cada vez mais. Armou a jogada do gol (dominou de maneira magistral uma bola que vinha do alto) e definiu com a canhota. Quando o confronto parecia complicado, abriu o jogo outra vez, como contra o México. Com este feito, ficou a um do recorde de Batistuta em Mundiais. Cada vez que encarou foi um pesadelo para a defesa australiana. Serviu Lautaro para o terceiro (gol), que definiu mal. Um Messi top - destacou o veículo.

Mas não foi apenas Messi que recebeu uma nota nove pela partida realizada. O goleiro Emiliano Martínez, herói da Albiceleste no confronto do último sábado, também foi exaltado por conta de uma defesa decisiva nos minutos finais do jogo contra a Austrália.

+ Messi chega a novas marcas em vitória da Argentina

- Defesa mundial no fim para garantir o 2 a 1 e a classificação às quartas. Dibu (apelido de Martínez) sempre está (presente) e demonstrou mais do que nunca nesse momento de angústia. Antes, havia jogado mais com os pés do que com as mãos. No gol da Austrália, não teve muito o que fazer, pois o desvio em Enzo o deslocou.

De acordo com o "Olé", Lisandro Martínez, Julián Álvarez e Rodrigo de Paul também foram outros grandes destaques. O defensor salvou a Argentina com um carrinho em uma finalização de Behich dentro da área, enquanto o atacante marcou o segundo gol da Albiceleste e o meia fez sua melhor partida na Copa do Mundo.

Por outro lado, Lautaro Martínez, Gonzalo Montiel e Papu Gómez receberam as piores notas com apenas um cinco para cada jogador. Os dois primeiros entraram apenas na segunda etapa, enquanto o veterano assumiu o lugar de Ángel Di María, que estava com uma lesão muscular e não participou do jogo.