Messi pode virar alvo de espionagem ilegal na Argentina, diz jornal

Craque do Barcelona e da Seleção Argentina teve o nome ligado a uma sociedade que apareceu no caso "Panama Papers", segundo La Nación

Lionel Messi poderia ser alvo de espionagem ilegal na Argentina. Principal estrela do esporte no país, o craque do Barcelona estaria na mira de uma operação clandestina da Agencia Federal de Inteligência (AFI). A informação foi divulgada por Carlos Pagni, colunista do La Nación.

Conforme a publicação do jornalista, a investigação é por conta de um possível envolvimento do camisa 10 da Seleção Argentina com uma sociedade que apareceu no caso "Panama Papers". Sem o conhecimento do presidente Mauricio Macri, surgiu um "círculo negro" dentro da AFI, com pessoas ligadas ao próprio governo. Este grupo utiliza instrumentos assinados pelo Estado para perseguir e extorquir pessoas com ações ilegais. Gustavo Arribas, agente de atletas, está à frente do órgão.

Panama Papers (em português: Documentos do Panamá) são um conjunto de 11,5 milhões de documentos confidenciais de autoria da sociedade de advogados panamenha Mossack Fonseca que fornecem informações detalhadas de mais de 214 mil empresas de paraísos fiscais offshore, incluindo as identidades dos acionistas e administradores.