Messi perde pênalti, PSG segura empate e elimina o Barcelona na Champions

·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um dia após Cristiano Ronaldo dar adeus à Champions League junto com a Juventus, foi a vez de Messi também cair nas oitavas de final da competição nesta quarta-feira (10). Em Paris, o Barcelona apenas empatou com o PSG, por 1 a 1, e acabou eliminado depois de perder o jogo de ida por 4 a 1. Desde a temporada 2004/05 que as quartas de final do principal torneio de clubes europeu não ficam sem pelo menos um dos dois craques, que juntos somam nove títulos da competição --cinco do português e quatro do argentino. Ronaldo e a Juventus foram eliminados na terça (9), diante do Porto, mesmo com a vitória por 3 a 2 sobre os portugueses. Possivelmente foi, também, a última partida de Messi com a camisa do Barça na Champions, uma vez que o camisa 10, que tem contrato com os catalães até o fim desta temporada, ainda não decidiu se vai renovar o vínculo ou deixar o clube onde está desde os 13 anos. O argentino se esforçou para evitar o adeus precoce. Foi o dele o gol de empate do Barcelona depois que os franceses abriram o placar com Kylian Mbappé. Porém, foi também o capitão do time espanhol que perdeu um pênalti ainda no primeiro tempo, quando o jogo já estava empatado. A defesa de Keylor Navas na cobrança feita aos 48 da etapa inicial mexeu com o emocional do Barcelona para o segundo tempo. Enquanto nos primeiros 45 minutos os visitantes demonstraram mais ímpeto ofensivo, depois do intervalo o time voltou a se desorganizar e insistir em bolas cruzadas na área, tanto rasteiras como pelo alto. Nada suficiente para fazer diferença no placar. Com o relógio cada vez mais como adversário, o Barça não demonstrou mais que teria forças para repetir a façanha que obteve na temporada 2016/17, na última vez que o clube duelou com o PSG na Champions. Na ocasião, perdeu o jogo de ida, por 4 a 0, mas avançou às quartas após goleada por 6 a 1, no Camp Nou. Naquela virada histórica, o Barcelona contou com dois gols de Neymar, que agora veste a camisa do PSG. O brasileiro, porém, não esteve em campo nesta quarta pois se recupera de uma lesão na coxa. Das arquibancadas do Parc des Princes, o brasileiro apenas pôde festejar novamente a classificação de sua equipe à sequência do mata-mata. Na próxima fase, ele já deverá estar à disposição dos parisienses, vice-campeões europeus na última temporada. No outro jogo desta quarta, o Liverpool ganhou do Red Bull Leipzig, por 2 a 0. Salah e Mané anotaram os gols da equipe de Jürgen Klopp. Com o resultado, os ingleses também avançaram às quartas de final da Champions League após terem vencido o confronto de ida pelo mesmo placar, na Inglaterra.