Messi na Inter não é um sonho tão impossível: dinheiro dos donos e crise no Barça facilitariam negócio

Stats Perform News

A Inter de Milão sempre sonhou em contratar Lionel Messi, mas considerou o negócio inviável durante muito tempo. Porém, aos poucos, o clube passa a ver a contratação do argentino como um sonho nem tão impossível assim

Além da crise interna que tomou conta do Barcelona nos últimos anos e dos problemas entre o camisa 10 e a diretoria culé, o fato de o extraterrestre do futebol ainda não ter renovado seu contrato com o clube dá algumas esperanças aos rivais.

Mas além disso, na versão impressa deste sábado (25), o jornal italiano La Gazzetta dello Sport, listou alguns outros motivos que tornariam a ida de Messi para Milão mais viável. 

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Um dos principais trunfos para tal seria o dinheiro do Suning.com, um dos maiores grupos do setor de varejo da China e da Ásia que é dono do clube italiano. A empresa é controlado por Zhang Jindong, que de acordo com a revista Forbes, está entre os 200 homens mais ricos do mundo, com uma fortuna estimada em mais de 8 bilhões de dólares (mais de R$ 40 bilhões).

De acordo com o diário italiano, o Suning estaria disposto a abrir os cofres para ter o melhor jogador do mundo em sua principal equipe. 

Além do retorno esportivo, que poderia fazer a Inter de Milão voltar a dominar a Europa - um dos grandes objetivos do grupo -, o principal atrativo para os chineses seria o fato de que Messi pode dar um retorno financeiro altíssimo, capaz de render muitos milhões em receitas com patrocinadores e fãs ao redor mundo. A partir disso, o grupo consideraria investir pesado para trazer o jogador.

Lautaro Martinez Lionel Messi Barcelona Inter Champions League
Lautaro Martinez Lionel Messi Barcelona Inter Champions League
Foto: Getty Images

Além disso,  La Gazzetta dello Sport ressalta que o pai do craque argentino poderia ser um fator a mais para viabilizar a transação. Jorge Horacio Messi tem alguns negócios em Milão e recentemente comprou uma casa em uma área central da cidade, prestigiada por investimentos imobiliários de alta classe.

O jornal também afirma que a menor carga fiscal de Milão com relação à Espanha poderia ser outra vantagem, principalmente pelo histórico de Messi e seu pai, que já tiveram alguns problemas com o fisco espanhol.

É claro que até o momento não existe nada concreto, mas a cada declaração de Messi criticando a diretoria do Barça e à medida que o tempo passa e ele não renova seu contrato com o clube, a Inter e o Suning Group olham a situação cada vez mais de perto. O fato de o jogador não se pronunciar a respeito de seu futuro também gera dúvidas nos torcedores do Barça.

O camisa 10 culé já declarou que gosta de Milão e já esteve na cidade por conta de alguns contratos de patrocínio com empresas italianas, o que aumenta ainda mais os rumores de uma possível transferência. A rivalidade com CR7 é outro fator que certamente incrementa ainda mais o assunto.

Mas enquanto Messi segue no Barcelona, o clube vai em busca de mais um título de Champions League. A competição retorna em agosto e o clube catalão terá que passar pelo Napoli para seguir rumo às quartas de final.

Leia também