Messi, a ignorada no auxiliar de Setién e a tensão no vestiário do Barcelona

Goal.com

Conforme apurado pela Goal, Setién não deve ser o treinador do Barcelona na próxima temporada e tem tudo para ser demitido após o fim da Liga dos Campeões. Além dos maus resultados em La Liga, o clima está tenso entre a comissão técnica e os jogadores do elenco culé. No empate contra o Celta, neste sábado (27), a ignorada de Messi em Sarabia, auxiliar técnico da equipe, evidenciou ainda mais os problemas internos. 

Sarabia é famoso por gritar e xingar os jogadores e já causou algumas polêmicas desde que chegou ao Barcelona. Então, durante a parada para hidratação na última partida, o auxiliar estava passando instruções ao time, quando as câmeras flagraram Lionel Messi claramente ignorando o espanhol e saindo de perto sem nem ao menos olhar para seu rosto. Pique, outro líder dentro do vestiário, também fez pouca questão de olhar para o treinador ao longo das instruções.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Problemas internos vão mais além

Luis Suárez foi mais um jogador que fez questão de mostrar seu descontentamento com a comissão técnica. Após fazer dois gols no empate contra o Celta, o atacante foi substituído e saiu de campo claramente irritado com a alteração. 

Após o apito final, também frustrado com o resultado negativo, que torna a briga pelo título de La Liga mais difícil, o uruguaio relacionou o nome de Setién aos recentes resultados negativos, que não aconteciam em outras temporadas, segundo o jogador.

“Para alguma coisa servem os treinadores, para analisar essas situações. Nós nos doamos dentro de campo e a sensação é que fora de casa estamos perdendo muitos pontos importantes que não perdíamos em outras temporadas”, declarou Suárez.

Além disso, conforme relatado pelo programa Què T'hi Jugues do SER Catalunya, nesta segunda-feira (29), o time do Barça teve um encontro "duro e tenso" com Setién e Sarabia nas atividades de domingo.

Segundo as informações, o elenco não aprova as maneiras do auxiliar técnico e prefere ter contato direto com Setién, além de considerar os treinamentos dados por Ernesto Valverde, último treinador da equipe, de melhor qualidade do que os atuais.

O fato é que os líderes do vestiário não gostaram da demissão de Valverde, feita com a premissa de trazer Xavi de volta ao Camp Nou, o que não aconteceu. 

Com a iminente demissão de Setién, resta saber quem será o escolhido para comandar Messi e cia. e buscar a recuperação do Barcelona no cenário europeu, que não vence uma Champions League desde 2015.

Leia também