Messi, Griezmann, Suárez e Dembélé: como foi a estreia do quarteto do Barcelona?

Time começou com força total de ataque, mas precisou mexer no meio de campo para vencer o jogo
Time começou com força total de ataque, mas precisou mexer no meio de campo para vencer o jogo

O Barcelona sofreu, mas venceu o Leganés, de virada, por 2 a 1, nesse sábado (23). O jogo marcou a primeira vez que o quarteto ofensivo do Barcelona formado por Lionel Messi, Luis Suárez, Antoine Griezmann e Ousmane Dembélé, foi escalado como titular. A estreia desse "quadrado" não foi exatamente como se esperava, até porque o Barça só garantiu a vitória quando um deles tinha sido substituído.

Quer ver jogos ao vivo ou quando quiser? Acesse o DAZN e faça o teste por um mês grátis!

O Leganés começou bem a partida. Jogando no contra-ataque, a equipe da casa abriu o placar com um golaço de Youssef En-Nesyri, aos 12 minutos da primeira etapa. A equipe de Javier Aguirre fez com que o Barça sentisse o gol.

Role para baixo para continuar lendo
Anúncio

Enquanto isso, o quarteto permanecia apagado. Em especial Griezmann e Dembélé, que pouco fizeram pela equipe do Barça. Tanto que no segundo tempo, Griezmann saiu para a entrada de Arturo Vidal.

A partir desse momento, Messi foi deslocado mais para o lado e com o meio recomposto, o Barça cresceu e dominou o segundo tempo. Mas o gol só saiu em um lance de bola parada. Messi levantou na área e Suárez apareceu para estufar as redes. O segundo gol veio exatamente com Vidal, aos 34 minutos da etapa complementar.

Cada dia que passa fica mais claro que Ernesto Valverde não terá vida fácil para escalar o ataque tão recheado de estrelas. O fato de ter bons nomes não habilita o time a jogar melhor, e foi exatamente isso que a saída de Griezmann para a entrada de Vidal mostrou.

Por enquanto, apenas Suárez e Messi parecem se entender como se deveria. Griezmann e Dembélé ainda parecem longe da forma e do estilo de jogo ideal que os levaram a um dos maiores times do mundo.

Leia também