Messi e Cristiano Ronaldo fazem duelo de gala em amistoso entre PSG e combinado de Al-Nassr e Al-Hilal

Depois de mais de 15 anos de rivalidade no topo do futebol mundial, Lionel Messi e Cristiano Ronaldo terão um duelo de gala - talvez pela última vez - no amistoso desta quinta-feira (19) entre o Paris Saint-Germain e o Riad All Stars, um combinado entre o Al-Nassr (time de CR7) e Al-Hilal, ambos da Arábia Saudita.

Com Kylian Mbappé e Neymar também presentes no PSG, quatro dos melhores jogadores do planeta estarão em campo no estádio King Fahd, na capital saudita.

Espera-se que a imprensa de todo o mundo esteja presente no duelo entre os craques que estão no final de suas carreiras. Messi, com 35 anos, está perto de renovar com o time parisiense e Cristiano, com 37, acabou de ser contratado pelo Al-Nassr por duas temporadas e um salário de 200 milhões de euros por ano.

O português fará seu primeiro jogo desde que chegou à Arábia Saudita em um combinado formado por seu clube e o outro gigante de Riad, o Al-Hilal. No dia 22 de janeiro, fará sua estreia já com as cores do Al-Nassr contra o Al-Ettifaq, pelo Campeonato Saudita.

Cristiano terá no Riad All Stars a companhia dos brasileiros Anderson Talisca e Luiz Gustavo, do malinense Moussa Marega e do sul-coreano Jang Hyun-soo, entre outros.

O combinado saudita será treinado pelo argentino Marcelo Gallardo, que deixou o comando do River Plate no final de 2022 e foi jogador do PSG na temporada 2007-2008.

- Viagem longa para o PSG -

No banco do time parisiense, o técnico Christophe Galtier talvez preferisse deixar de lado esta viagem para trabalhar com seus jogadores, que parecem ter perdido o rumo desde o retorno da temporada após a Copa do Mundo, com duas derrotas no Campeonato Francês nos últimos 15 dias.

"Neste momento, para ser franco, não somos tão bons, não jogamos tão bem", analisou Galtier depois da derrota para o Rennes (1 a 0) no último domingo.

Embora tenha dez dias para preparar a equipe para o jogo contra o Reims pela Ligue 1, o treinador terá que intercalar o trabalho coletivo com uma longa viagem ao Oriente Médio.

Seu elenco fará dois voos noturnos: a ida, de terça para quarta-feira, e a volta no dia seguinte logo após a partida. Depois, o PSG viajará a Lens para enfrentar o Pays de Cassel, da sexta divisão, pela fase de 16 avos de final da Copa da França na próxima segunda-feira.

A viagem pode atrapalhar a preparação do time, mas renderá "mais de 10 milhões de euros", segundo uma fonte do clube.

Os proprietários cataris do PSG, em pleno litígio com a prefeitura de Paris pelas tentativas de compra do estádio Parque dos Príncipes, participam também da promoção do futebol da Arábia Saudita.

Depois de sediar as Supercopas da Espanha e da Itália, a presença de Messi e Cristiano Ronaldo atrai ao país os olhares de todos os fãs do esporte.

eba/dam/psr/cb